Acabe com o mau hálito

Em geral, a pessoa que tem mau hálito não se dá conta do problema. Quem convive com ela evita abordar o assunto, para não criar constrangimentos. Assim, ela dificilmente vai procurar orientação para enfrentar a situação.

Na maioria dos casos, o mau hálito, ou halitose, tem origem na própria língua, órgão revestido por papilas que conduzem informações ao cérebro com o intuito de reconhecer o sabor dos alimentos. Entre as papilas há pequenas criptas onde se acumulam restos de alimentos e células que descamam do epitélio lingual. Esse depósito serve de meio de cultura para bactérias que, quando fermentam, liberam substâncias ricas em enxofre, provocando mau hálito.

Para acabar com o mau hálito de vez, além de ter uma boa higiene bucal, escovando os dentes e a língua depois de comer e sempre antes de dormir, é importante saber quais são as suas causas do mau hálito para tratá-las adequadamente e, para isso, é indispensável ir no dentista.

No entanto, para acabar com o mau hálito no dia-a-dia, é recomendado evitar jejum prolongado, beber água ao longo do dia e chupar um cravo-da-índia, por exemplo.

Convívio Social

A halitose traz sérios problemas de convívio social, pois o cheiro está muito ligado às emoções.  O odor desagradável pode provocar repulsa e afastamento, interferindo nos relacionamentos sociais e amorosos.

“O paciente com halitose grave tem vergonha de se expor, de conversar e de conviver socialmente. À vezes, não consegue progredir no campo profissional, porque tem vergonha de estabelecer um diálogo aberto e fala com a mão na boca”, diz Barbosa.

Segundo o dentista, existem estudos que mostram que 14% das pessoas são portadoras de halitose aos 14 anos. Entre os 40 e 65 anos, esse número chega a 47% e acima dos 65 anos, 67% sofrem de halitose crônica.

Acabe com o mau hálito com as dicas do Prof. Paulo Ferreira Jr.

Dicas para combater o mau hálito

Algumas dicas que podem ser úteis para diminuir o mau hálito incluem:

  1. Evitar o jejum prolongado por mais de 3 horas;
  2. Beber água ao longo do dia, ingerindo pelo menos 2 litros de água;
  3. Comer uma maçã, pois ajuda a frescar o hálito;
  4. Chupar polpa de fruta congelada, como kiwi ou laranja, por exemplo;
  5. Chupar um cravo-da-índia;
  6. Ir ao dentista pelo menos 1 vez ao ano, para fazer uma limpeza nos dentes;
  7. Fazer exames de rotina para verificar a possibilidade de outras doenças gastrointestinais, como refluxo.

Além destas dicas, é fundamental escovar os dentes corretamente para evitar as cáries e a formação de placas de tártaro, sendo importante escovar depois de comer, principalmente doces e antes de dormir. Também se deve utilizar o fio dental antes de escovar os dentes, pois ele retira os restos alimentares que fica entre os dentes. Saiba como escovar os dentes corretamente.

Acabe com o mau hálito com as dicas do Prof. Paulo Ferreira Jr.