Confira o que acontece no agronegócio

O que acontece durante a semana no agronegócio você acompanha aqui na Intertv Web.

O colunista Gustavo Batista traz toda semana na coluna “Agro Minuto”, o que no mundo do agronegócio. Acompanhem!

PREVISÕES SAFRA 2020/2021 EM SP

Soja

A cultura da soja continua em processo de expansão no Estado de São Paulo. Os resultados indicam uma área 5,3% maior que a contabilizada em 2019/20, alcançando 1.159,2 mil hectares. Em termos produtivos, o crescimento é de 1,8%, com média de 3.548 kg/ha (59,1 sc. 60 kg/ha). A produção deve atingir 4.112 mil toneladas, volume 7,2% superior ao obtido em 2020 (3.836 mil/t).

Amendoim

Para a safra agrícola 2020/21 de amendoim em grão, o Estado de São Paulo, maior produtor nacional (respondendo por aproximadamente 90% da produção nacional), apresenta aumento de área plantada da ordem de 10,6%, podendo atingir 170,5 mil ha. O volume produzido deve atingir 27,3 milhões de sc. 25 kg (681,5 mil t), volume 9,1% superior à safra passada.

Milho

O atual levantamento da safra de milho safrinha indica alta esperada na área de plantio em 8,1%, comparativamente ao ciclo anterior, chegando a ocupar uma extensão de 520,9 mil ha. A produtividade esperada é de 15% superior à de 2019/20, e espera-se uma produção de 2.537,5 mil t (42,3 milhões de sacas), com incremento de 24,3%.

Já o milho 1ª safra deve ter redução de 3,7% na área de plantio, 339,9 mil ha, ante 352,8 mil ha da última safra, seguindo a tendência de queda dos últimos dez anos. Neste ano, a produtividade esperada é 1,4% superior à de 2019/20, alcançando assim produção de 2.225,5 mil t (37,1 milhões de sacas).

Feijão

O cultivo do feijão é realizado em três safras conforme o calendário agrícola: águas (setembro a janeiro), seca (fevereiro a junho) e inverno (abril a setembro), podendo variar de acordo com as condições do clima e conjuntura de mercado. Fevereiro marca o encerramento da safra paulista 2020/21 da cultura do feijão das águas. Os resultados apontaram uma produção de 149 mil t, volume 4,9% superior em relação à safra anterior e incremento de 21,5% de produtividade (com 2.802 kg/ha). Em relação à área plantada, houve redução de 13,6%, contabilizando 53,2 mil ha cultivados, 8,4 mil ha menor do que a safra 2019/20.

Laranja

A estimativa preliminar da safra agrícola paulista 2020/21 de Laranja é de 308,64 milhões de caixas de 40,8 kg (12.592,4 mil t), volume 2,9% inferior à quantidade obtida em 2019/20 (12.963,2 mil t). Esse volume contabiliza a safra paulista de laranja destinada ao mercado e à indústria, as caixas perdidas no processo produtivo e na colheita, bem como os frutos provenientes de pomares pouco expressivos economicamente. A área ocupada com pomares de laranja é de 431,3 mil ha, correspondendo a 172,9 milhões de plantas, estimando-se 93% aptas para produção.

Cana

A cana-de-açúcar – principal produto agrícola de São Paulo -, está presente em 503 municípios; sendo que 16,5% (83 municípios) respondem por 50% tanto da área estadual quanto da produção total do Estado. A estimativa preliminar da produção paulista é de 437,8 milhões de toneladas, valor similar ao obtido na safra anterior (+0,1%). A produtividade da terra nos 83 principais municípios produtores está entre 60 t/ha e 93 t/ha. A ligeira oscilação negativa da área (-0,5%) não afetará a produção da cultura.

Para a safra agrícola 2020/21 de amendoim em grão, o Estado de São Paulo, maior produtor nacional apresenta aumento de área plantada da ordem de 10,6%
Foto: Divulgação

SUSTENTABILIDADE NO AGRO

O setor produtor de cana-de açúcar ultrapassou o número de 46,6 milhões mudas nativas plantadas no estado de São Paulo desde 2007 segundo dados do Protocolo Etanol Mais Verde divulgados pelo Governo paulista. O setor atingiu essa marca após plantar 2,96 milhões de mudas de espécies nativas na safra 2020/2021 que se encerrou em 31 de março. Parte dessas mudas é plantada ao longo de cursos d’água e ao redor de nascentes. As empresas do Protocolo Etanol Mais Verde já contabilizam a restauração de 132.285 hectares de matas ciliares, o equivalente a área de mais de 132 mil campos de futebol.

SAFRA DE CANA 2021/2021

Ainda falando de cana, a primeira quinzena da safra 2021/2022 foi marcada pelo ritmo mais lento da produção em relação ao ciclo anterior. Ao todo, foram processadas 15,63 milhões de toneladas frente 22,5 milhões da safra 2020/2021 (-30,57%). A produção de açúcar e etanol, em linha com a diminuição de moagem, totalizou 624,1 mil toneladas (-35,75%) e 730,5 milhões de litros (-25,92%), respectivamente. A queda se deve ao menor número de unidades produtoras em operação neste início de safra. Nos primeiros quinze dias de abril, 147 unidades estavam operando, sendo 141 processadoras de cana-de-açúcar, 5 exclusivas de etanol de milho e 1 usina flex. Na mesma data da safra 2020/2021, 180 unidades estavam em operação. Para a 2ª quinzena de abril, outras 60 unidades devem iniciar a moagem no Centro-Sul.

O setor produtor de cana-de açúcar ultrapassou o número de 46,6 milhões mudas nativas plantadas no estado de São Paulo desde 2007 segundo dados do Protocolo Etanol Mais Verde
Foto: Divulgação

PREÇO DO LEITE

Depois de acumular queda de 10,7% no primeiro trimestre do ano em termos reais, o preço do leite captado em março e pago aos produtores em abril subiu 2,3% na “Média Brasil” líquida, chegando a R$ 1,9837/litro. Esse valor é recorde para um mês de abril e supera em 28,4% o registrado no mesmo período de 2020.

CAMPANHA AFTOSA

Em maio, 10,5 milhões de bovídeos devem ser vacinados contra febre aftosa no Estado de SP. A campanha acontece de 1º a 31 de maio e devem ser vacinados bovinos e bubalinos de todas as idades.

A declaração da vacinação deve ser realizada, de preferência, por meio eletrônico, através do sistema informatizado Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), em www.gedave.sp.gov.br. Quando não for possível, o produtor poderá acessar a declaração na internet, preencher e encaminhá-la por e-mail. A data limite para entrega da declaração da vacinação é 07 de junho de 2021.Deixar de vacinar e de comunicar a vacinação sujeita o criador a multas de 5 Ufesps (145,45 reais) por cabeça por deixar de vacinar, e 3 Ufesps (87,27 reais) por cabeça por deixar de comunicar. O valor de cada Ufesp – Unidade Fiscal do Estado de São Paulo é R$ 29,09.

Depois de acumular queda de 10,7% no primeiro trimestre do ano em termos reais, o preço do leite captado em março e pago aos produtores em abril subiu 2,3%
Foto: Compre Rural

EXPORTAÇÕES AGRO

A Balança Comercial do agro paulista subiu 7,5% e fechou o primeiro trimestre de 2021 com US$ 3,87 bilhões. Os principais grupos nas exportações do agronegócio paulista foram: Complexo Sucroalcooleiro (US$1,36 bilhão, sendo que, desse total, o açúcar representou 86,1% e o álcool, 13,9%), Carnes (US$507,23 milhões, em que a carne bovina respondeu por 87,8%), Complexo Soja (US$438,08 milhões), Sucos (US$347,57 milhões, dos quais 97,2% referentes a sucos de laranja) e Produtos Florestais (US$341,18 milhões, com participações de 51,8% de papel e 32,8% de celulose). O agregado destes cinco grupos representou 77,7% das vendas externas setoriais paulistas. A China é o principal destino com US$798,71 milhões ou 20,7% de participação no total.

A Balança Comercial do agro paulista subiu 7,5% e fechou o primeiro trimestre de 2021 com US$ 3,87 bilhões
Foto: Portal do Agronegócio

Gustavo Batista

Gustavo Batista é jornalista há 20 anos com pós-graduação em gestão de comunicação. Tem experiência em rádio, tv, assessoria de imprensa e meios digitais. Já atuou em canais de tv como TV Clube, TV Record e TV Thathi. Atua há 10 anos no setor de Agronegócio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: