Como escolher a mesa de jantar

Um dos itens indispensáveis em uma casa é a mesa de jantar. E o que não faltam são opções. Formato, tamanho, material, mas como escolher?

Você precisa saber a resposta de algumas perguntas.

1 – Qual o espaço que tenho para a mesa?

Precisa saber se é um ambiente integrado com a sala de estar, se a mesa vai ficar na cozinha ou se tem um cômodo só para ela, a sala de jantar.

Tem essa resposta você também precisa ter consciência do tamanho desse espaço. Uma dica muito importante. Aceite o seu real espaço e não o que você gostaria de ter. A mesa nunca deve obstruir a passagem.

2 – Quantos lugares eu preciso?

Quantas pessoas moram na casa, recebo muitas visitas para almoço, jantares ou recepções? Se não precisa de muitos lugares, e o espaço é pequeno, então escolha a opção de 4 lugares. Já a opção de 6 lugares é mediana, ideal para família pequena ou média. Mas cuidado com o tamanho do espaço. A mesa de jantar precisa ser funcional para a casa e seus moradores.

3 – Qual o formato da mesa?

Essa pergunta é bem complexa, pois engloba o gosto, o espaço e a funcionalidade.

A retangular precisa de um espaço do mesmo formato para ser bem posicionada, principalmente se o ambiente for integrado com a sala de estar.

A quadrada é um bom formato para opções pequenas de 4 lugares e é ótima para ser posicionada em cantos, ideal por exemplo para o famoso “Canto Alemão” que já apresentei para vocês aqui nessa coluna.

A redonda é perfeita para lugares pequenos, pois seu formato não atrapalha a circulação e ela pode variar de tamanho e lugares, tendo as opções com extensores. Mas cuidado uma mesa redonda muito grande atrapalha a distribuição das coisas sobre ela e a distância das pessoas. Mas para os modelos grandes tem o prato giratório que fica posicionado no centro da mesa e facilita o alcance dos alimentos e objetos.

A oval é ideal para um espaço bem generoso pois seu formato pode atrapalhar a circulação, uma vez que esse modelo normalmente é confeccionado com no mínimo 6 lugares.

Lembrando que para cada formato existem milhares de design, alguns podem ocupar mais espaço que outros. Então na hora de escolher sua mesa de jantar, não se apegue somente ao design e a beleza, precisa sempre ter consciência do espaço que você tem para por essa mesa.

4 – Material da mesa de jantar

Opções é o que não falta. Além de sim nessa opção contar muito o seu gosto, não pode esquecer que também precisa saber o estilo da sua sala de jantar, ou no caso de uma mesa para a cozinha ou uma sala de jantar integrada a sala de estar, que converse com a decoração já proposta.

O importante é ficar atento a funcionalidade e praticidade, uma mesa de vidro por exemplo pode sim ter em uma casa com criança, mas precisa pensar e analisar a situação, pois ela pode ser perigosa, mesmo o vidro do tampo sendo de no mínimo 6mm, ele ainda pode quebrar.

A de madeira precisa sempre ter o cuidado com manchas e riscos, a madeira deve sempre ser hidratada com produto adequado e protegida com toalha.

Os materiais que mais estão em alta são, a laka, que é um tipo de revestimento para a madeira, tem um alto brilho e pode ser de qualquer cor. E o outro material é o mármore, usado no famoso modelo Saarinen.

Vou deixar algumas imagens dos modelos para você se inspirar e ver qual a melhor opção para o seu espaço.

Babi Sant'Anna

Cenógrafa, Designer de Interiores. Cursando o último ano do Curso de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Nove de Julho em São Paulo. Atuante no mercado há quatro anos em decoração, cenografia e projetos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: