Como evitar acidentes domésticos na quarentena

De acordo com especialista, o ambiente da casa onde acontecem mais acidentes é a cozinha: alguns cuidados podem preveni-los.

Com mais tempo em casa, devido ao isolamento social para a prevenção à Covid-19 (novo coronavírus), a população fica mais suscetível aos acidentes domésticos, principalmente crianças e idosos. Muitos materiais utilizados no dia a dia parecem inofensivos. Contudo, sem os devidos cuidados, eles podem causar danos severos. Estima-se que no Brasil ocorrem cerca de 200 mil acidentes domésticos por ano com crianças, como queimaduras, quedas e afogamentos.

De acordo com o professor do curso de Enfermagem da Estácio, Mikael Flambertto, o ambiente da casa onde acontecem mais acidentes é a cozinha. São ocorrências como queda no piso molhado, queimadura por causa do fogão, intoxicação com produtos de limpeza, choque elétrico, engasgo e até afogamento em baldes e pia.

O professor do curso de Enfermagem da Estácio, Mikael Flambertto, dá dicas de como evitar acidentes domésticos na época de quarentena
Foto: Divulgação

Cuidados gerais podem ajudar a evitar os acidentes e desmontar as armadilhas em cada cômodo da casa, alerta. O professor listou alguns dos possíveis acidentes e orientações para prevenção:

Quedas

Algumas medidas simples são suficientes para prevenir esta situação. Evite tapetes, ou dê preferência aos antiderrapantes. Coloque corrimão nas escadas e barras no banheiro (principalmente em casas com idosos) e nunca deixe uma criança sem supervisão no momento do banho. Uma boa iluminação também pode fazer diferença pois ajuda a enxergar objetos que estejam no caminho.

Queimaduras no fogão

A maioria dos acidentes deste tipo envolvem crianças pequenas. Uma forma de evitar é colocar um portão para evitar o acesso da criança à cozinha. Na hora de cozinhar, prefira as bocas da parte de trás do fogão e sempre mantenha os cabos das panelas virados para dentro.

Foto: Divulgação

Brinquedos

Observe sempre a indicação da faixa etária dos produtos, pois alguns podem conter peças pequenas que crianças menores e bebês podem vir a se engasgar, caso as leve à boca. Também preste atenção à presença do selo do Inmetro nas embalagens.

Intoxicação

Procure armazenar os materiais em prateleiras altas ou instale travas nas portas em que eles estão guardados. Evite também deixar baldes com água com acesso fácil, a fim de evitar afogamentos.

Tomadas

Para evitar acidentes que envolvam choque elétrico, instale protetores em todas as tomadas da casa, evite conectar mais de um equipamento elétrico na mesma tomada e mantenha os fios fora do alcance das crianças.

Foto: Divulgação

Algumas outras precauções possíveis são utilizar telas ou grades de proteção em janelas e piscinas, alerta Flambertto. Também é boa prática fixar protetores de quinas nas mesas e em móveis pontiagudos. Além de evitar posicionar camas, cadeiras ou qualquer outro móvel perto da janela, pois eles podem ser usados para a criança escalar.

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: