A relação do sono com a alimentação

A alimentação é um fator que pode influenciar diretamente na qualidade do sono. Muitas pessoas enfrentam sérios problemas para conseguirem ter uma noite de sono tranquila, fato que pode influenciar na saúde e no peso.

A falta de sono ou em casos mais graves a insônia, pode ser decorrente de vários fatores como a ansiedade, estresse no trabalho e na família, problemas financeiros entre outros. A privação de sono quando está associada a maus hábitos alimentares pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas como diabetes, obesidade, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares.

Alguns alimentos podem agravar a insônia, como aqueles que contêm cafeína (café, chá-mate, refrigerantes a base de cola e chocolate). Além disso, alimentos com alto teor de gordura como linguiças, bacon, fast food e frituras, que possuem a digestão dificultada, também podem atrapalhar o sono, pois são desencadeantes de azia e refluxos quando consumidos próximo ao horário de dormir. Ingerir grandes quantidades de alimentos antes de deitar também pode prejudicar o sono.

As alternativas que podem ser consideradas para melhorar a noite de sono incluem adotar uma alimentação mais equilibrada, incluindo alimentos ricos em triptofano, como leite e derivados, que auxiliam na produção de serotonina, que é um neurotransmissor que favorece o relaxamento.

Outras dicas que podem auxiliar na melhora da qualidade do sono:

– Criar uma rotina procure dormir e acordar sempre no mesmo horário;

– Moderar o uso de aparelhos eletrônicos perto do horário de dormir;

– Fazer alguma atividade física;

– Técnicas de relaxamento e respiração também favorecem o sono;

– Ingerir um copo de leite morno. O leite contém o aminoácido triptofano, que relaxa os músculos e induz o sono;

– Diminuir a ingestão de alimentos gordurosos, além de não ingerir grande quantidade de alimentos;

– Evitar ingerir alimentos condimentados como molhos gordurosos e temperos fortes.

Autor

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: