Alergia alimentar e os cuidados necessários nas ceias de final de ano

Pessoas que sofrem com alergia alimentar necessitam ter cuidado redobrado nas festas de final de ano. As ceias estão repletas de alimentos que podem ser alergênicos como, por exemplo, leite, cacau, amendoim, camarão, frutos do mar e ovos, que podem ser indutores de hipersensibilidade.

O leite é um alimento que está presente em várias preparações culinárias, sendo um dos maiores causadores de quadros de alergia alimentar. A caseína, proteína do leite, é a responsável pelo desencadeamento do quadro alérgico, pois nosso sistema imune identifica a substância como estranha ao organismo. Os sintomas englobam o aparelho gástrico e respiratório.

Outro fator a ser considerado referente ao leite é a intolerância à lactose. Pessoas com intolerância não possuem a enzima lactase capaz de digerir a lactose, sendo, portanto um problema diferente da alergia ao leite de vaca.

O ovo é outro alimento presente em vários pratos, como nos bolos e bacalhau à portuguesa, sendo também outro causador de alergia. Ele possui albumina e ovomucoide, duas proteínas presentes na clara e que frequentemente geram reações adversas.

As castanhas também são muito populares nessa época do ano e podem desencadear processos alérgicos. Elas podem causar diarreias, cólicas abdominais, reações respiratórias como rinite ou sinusite e ainda reações na pele como eczemas e urticárias.

As bebidas alcoólicas, como vinho branco e tinto e cerveja também podem provocar alergias. O processo de fermentação, parte importante na produção dessas bebidas alcoólicas, dá origem a grandes volumes de leveduras e bactérias, facilitando a fabricação de histamina pelo organismo. A histamina, por sua vez, é um composto orgânico produzido pelo sistema imunológico que funciona como um mediador inflamatório e é responsável pelos mais variados tipos de processos alérgicos. Além disso, os sulfitos presentes nessas bebidas podem causar sintomas como coriza, espirros e tosse. Esses compostos também estão presentes em alimentos como a azeitona, vegetais em conservas e frutos do mar.

Portanto, os alérgicos precisam estar atentos e cientes de quais ingredientes fazem parte do preparo do prato para evitar possíveis reações e poder aproveitar as ceias tranquilamente.

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: