Alimentação fora de casa!

Atualmente a maioria das pessoas busca seguir uma alimentação mais saudável e equilibrada, cada qual com um objetivo particular, como a perda de peso ou mesmo a melhora da saúde no geral. O tempo para o preparo do alimento está inversamente proporcional a rotina de trabalho, enquanto um está cada vez menor o outro maior. Por isso, a maioria das pessoas buscam opções práticas, porém nem sempre acompanhada pela qualidade do alimento escolhido.

Visando atingir esse público, muitos empreendedores lançaram lojas com produtos de melhor qualidade e restaurantes passaram a oferecer melhores opções de alimentos. Comer fora de casa não é uma tarefa tão complicada, nos restaurantes atualmente a variedade de alimentos oferecidos é imensa.

Cuidado, apenas na hora de montar o prato.

Procure ver todas as opções antes, e evite pegar um pouquinho de cada coisa para não exagerar na quantidade de comida. Escolha sempre um alimento de cada grupo, uma porção de salada, de legumes, de cereais e de proteína. É importante estar atento para não exagerar nos alimentos do mesmo grupo. Por exemplo: dois carboidratos (arroz e macarrão) ou duas proteínas (carne e ovo). Lembre-se sempre que os legumes e verduras são as opções mais saudáveis, ao contrário dos molhos muito incrementados ou cremes, pois costumam ser altamente calóricos.

Não é só em casa que você deve cuidar da alimentação. Fora dela, no dia a dia, no escritório, por exemplo, seguir uma alimentação saudável também é necessário para atingir todas as necessidades do nosso organismo.

Dicas para comer saudável fora de casa!

Prefira!

– Folhas Verdes: Comer frequentemente alguns tipos de folhas verdes pode reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, prevenir doenças crônicas pelas suas funções antioxidantes, entre outros benefícios para a saúde. Alguns exemplos: Couve, alface, rúcula e agrião.

– Legumes: Os legumes fornecem vitaminas, minerais e fibras, pode-se destacar a vitamina A, C e as do complexo B, e os minerais, cálcio, ferro, potássio e magnésio. Já as fibras você encontra as solúveis e as insolúveis.

– Grelhados: Ao grelhar, reduzimos muito a gordura que ingerimos, pois não é necessário adicionar óleo para preparar um grelhado, ao contrário dos alimentos fritos.

– Arroz Integral: Rico em potássio, vitaminas do complexo B e ácido fólico. Seus nutrientes e proteínas também são eficazes para controlar a diabetes.

Evite!

– Carnes gordurosas com molhos muito incrementados.

– Monotonia do prato, varie cores, temperos, sabores.

– Temperar a sua salada com molhos cremosos, feitos à base de maionese, ou ingredientes industrializados, que no geral são cheios de sódio e gorduras.

– Evite consumir bebidas durante a refeição. Refrigerantes e cerveja não são recomendados.

– Não exagere em carboidratos simples como pão, massas, e arroz branco, prefira os integrais.

– Fujam das frituras, receitas empanadas ou muito gordurosas.

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: