Diferença entre dieta e reeducação alimentar

Nas dietas da moda não ocorre no indivíduo uma mudança nos seus hábitos e comportamento, é algo momentâneo e, portanto as maiorias das pessoas voltam aos antigos hábitos alimentares

Atualmente, mesmo em meio a tantas dietas da moda, muitas pessoas começaram a buscar uma nova estratégia de emagrecimento que tem como o foco principal a mudança de comportamento do indivíduo frente ao alimento. Enquanto nas dietas da moda o que é preconizado é a restrição alimentar na reeducação alimentar preconiza-se o equilíbrio sem haver restrições dos alimentos.

A reeducação alimentar define-se como um processo de aprendizagem e de mudança comportamental exercido por meio de orientações nutricionais específicas em que o indivíduo conhece e incorpora hábitos alimentares saudáveis. Essa nova educação e visão sobre a alimentação estão chamando a atenção de quem procura priorizar a sua saúde, pois além de melhorar o funcionamento do organismo de uma forma geral, promove a tão sonhada manutenção do peso perdido. Esse resultado só é possível através da mudança no comportamento!

Foto: Divulgação

Nas dietas da moda não ocorre no indivíduo uma mudança nos seus hábitos e comportamento, é algo momentâneo e, portanto as maiorias das pessoas voltam aos antigos hábitos alimentares que levaram ao excesso de peso. Esse fato é o responsável pelo famoso efeito sanfona, emagrece/engorda. Em contrapartida, a reeducação alimentar, por se tratar de um processo de aprendizagem, o paciente, no final do tratamento, torna-se apto a escolher corretamente os alimentos, tanto no aspecto qualitativo quanto no quantitativo, sem deixar de incluir o que faz parte da sua própria cultura.

Foto: Masterhealth

Qual é a finalidade da reeducação alimentar?

Os objetivos de seguir o caminho de se reeducar incluem: perda ou ganho de peso, controle do colesterol, da glicose ou até de inúmeras outras doenças e situações que exigem uma mudança na alimentação, como por exemplo, a cirurgia bariátrica. Mesmo que você esteja saudável e queira apenas manter o peso, a reeducação alimentar é fundamental, pois hoje já temos total certeza da importância da nutrição no bem estar e na qualidade de vida. A ciência da Nutrição evoluiu muito nas últimas décadas e hoje sabe-se que a alimentação, aliada a um bom estilo de vida (exercício, controle do estresse, tabagismo) têm enorme influência na prevenção e controle das doenças crônicas. No entanto, como o prazer pelo alimento tem um significado profundo em nossas vidas, a reeducação alimentar deve aperfeiçoar os hábitos alimentares, permitindo ao mesmo tempo alguns prazeres que têm para nós um sentido especial e, por isso, ela deve ser personalizada, pois o significado afetivo de um alimento é individual para cada um de nós!

Mudar hábitos não é fácil, mas é possível, sim. Essa mudança deve ser entendida como um processo, com erros, acertos, novos erros e novos acertos, em busca do equilíbrio, sem preconceitos ou culpas sobre o que se come, apostando no bem-estar e no prazer.

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: