Equipe transformadora

A educação está em processo de mudança, mas o percurso completo só poderá ser trilhado com sucesso se houver a união da escola, da comunidade, dos pais e dos estudantes

Grande responsabilidade se atribui à Escola e aos educadores no processo transformador sobre o qual temos discutido como caminho à Educação. Entretanto, dar apenas a um dos pilares a condição de sustentar toda a nova estrutura é algo que não costuma dar certo. Quando construímos uma casa ou um edifício há pilares que serão a estrutura fortalecedora para que a construção seja possível e da mesma forma acontecerá com a mudança proposta para a Educação.

As novas formas de ensinar e aprender, bem como comportamentos e direcionamentos dados à Escola precisam de uma fundamentação robusta. Falamos então de alguns pilares básicos, a escola (com docentes e gestores), a comunidade, os pais e os alunos. A falta de participação e engajamento real de algum deles, deixará o empreendimento desfalcado. Assim como uma construção, a Escola ficaria sem uma parte da sustentação, provocando desequilíbrio.

A participação dos estudantes nesse processo transformador sinaliza o caminho. O que os estudantes querem? Em uma matéria publicada recentemente sobre inovação na escola, o site Porvir mostra que os alunos querem mais do que infraestrutura física, eles querem um ensino conectado com o mundo século 21, que envolva “atividades práticas, interação com a comunidade e participação nas instâncias de decisão da escola”, como mostram as pesquisas como esta.

Os jovens estão preparados para receber a mudança. Ótimo! Mas o melhor é saber que eles podem atuar como protagonistas nesse processo. Isso muda tudo, pois atuar os torna parte ativa de uma grande mudança na Educação e receber passivamente talvez não causasse tanto envolvimento.

A Educação está se modificando e contará com a participação dos jovens para mostrar o caminho a seguir. Estamos construindo as novas bases da Educação e é exatamente este público que pode, na prática, ajudar a estruturar esta grande obra que a humanidade está erguendo.

Autor

Caroline Petian

É jornalista e doutora em Comunicação e Cibercultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *