O gosto pelas trilhas da pesquisa

Investigar, descobrir e conhecer. Um caminho cativante que a pesquisa oferece àqueles que se enveredam por suas trilhas. Antigamente o conhecimento era transmitido de forma oral, era preciso ter contato com os familiares e os anciãos para escutar a história do povo ao qual pertencíamos. Foi uma época longa que dependia muito da memória daqueles que guardavam a narrativa.

Com os registros da escrita, uma nova forma moldou a humanidade e nossa memória. Já não era preciso tanto trabalho mental para guardar informações. O papiro, o pergaminho, o papel poderiam, agora, dar conta desse trabalho. Bastava ao ser humano o acesso à palavra para lê-la. A pesquisa agora tinha um suporte físico para se amparar, a curiosidade poderia ser saciada com pesquisa a livros, por exemplo. Outra época extensa que demandou esforços, invenções e empenho da humanidade para alavancar a comunicação.

A evolução de tudo isso é o que temos hoje com o meio digital. Ambiente que também reúne ambas as culturas citadas acima (oral e escrita), porém com o diferencial de registrar a escrita de forma não linear, que nos conduz a labirintos de informações curiosamente intermináveis. Um prato cheio à pesquisa, à descoberta e ao conhecimento. Nesse percurso informacional se encontra o jornalismo, a comunicação para a sociedade. Com tantas fontes e muitas opções de pesquisa é mais trabalhoso lidar com o tempo real e com a informação ágil e segura, já que a internet e a velocidade das informações modificaram o modo de produzir e publicar conteúdos.

Pesquisar é a rotina do comunicador, especialmente do jornalista, que tem a veia da investigação em pleno fluxo. As tecnologias estão amparando estes profissionais diante do ciberespaço. Neste mês, muito se noticiou sobre o Google News Lab, uma nova ferramenta da Google que visa auxiliar os profissionais da comunicação a garantir a qualidade das informações e proporcionar maior acesso aos leitores sobre as notícias geradas.

Uma das opções que inclui essa novidade, por exemplo, é o jornalismo de dados, com filtragem e seleção de informações digitais de forma rápida usando softwares e aplicativos.  Extração de dados que possibilitam a construção de conteúdos mais precisos e com riqueza maior de informações. Leia mais sobre o Google News Lab aqui.

Opções como estas são gratuitas e acessíveis a comunicadores, porém, é um caminho aberto para todos aqueles que desejam clicar e pesquisar. A tecnologia nos leva a um percurso irreversível e tem trazido bons frutos à humanidade quando bem utilizada. Investigar, descobrir e conhecer é uma forma de despertar o gosto pela pesquisa, pela curiosidade no ciberespaço, uma trilha a ser percorrida por todos os navegantes da rede virtual.

Autor

Caroline Petian

É jornalista e doutora em Comunicação e Cibercultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *