O bem invisível da mentalidade empreendedora

Essa semana estava pensando sobre a mentalidade empreendedora que buscamos disseminar entre as pessoas, fazendo-as despertar para uma postura protagonista e autorresponsável por suas vidas. Foi quando percebi que isso é uma verdadeira vacina contra os pensamentos negativos, a ansiedade e o vitimismo que teima em nos possuir.

Quando uma pessoa tem mentalidade empreendedora, ela assume uma postura protagonista, acreditando que colhe aquilo que plantou e, por isso, crê ser a única pessoa responsável pelo rumo da sua vida e pela sua felicidade. Ela reage bem quando fracassa e busca aprender com o erro. Não se apega a mágoas devido a frustrações ou decepções com outras pessoas e, ao contrário, desenvolve filtros para se proteger de pessoas negativas e tóxicas, ajudando a manter a sua saúde emocional e mental.

Outra crença de uma pessoa com mentalidade empreendedora é de que estabilidade não existe. Com isso, ela aprende a ser flexível, é mais rápida para se reinventar quando as coisas não saem como o planejado e não tem tempo e nem vontade de se acomodar. Seu cérebro está sempre sendo estimulado a se desenvolver mantendo um interesse contínuo pela vida e pela realização dos seus projetos pessoais e profissionais. Ela é cheia de esperança de futuro.

Essa pessoa também sabe que o sucesso só depende dela, o que a faz manter-se focada nos seus próprios resultados, avaliando a sua performance, e dedicada a alcançar as realizações que se propôs. Não dá espaço para inveja e fofocas. Com isso, sua vida ganha significado e propósito, enquanto realiza a sua missão.

Num tempo em que vemos a ansiedade como o mal do século, conforme o psiquiatra Dr. Augusto Cury, e a depressão como a doença mais incapacitante da atualidade, segundo a psiquiatra Dra. Ana Beatriz Barbosa Silva, nos alimentarmos dessa mentalidade empreendedora, buscando aprender com pessoas que são referências nesse tema, torna-se uma prioridade em nossas vidas.

É como se tivéssemos que, diariamente, tomar uma vacina de empreendedorismo para nos lembrarmos que somos o resultado das nossas escolhas e não vítimas do destino, do acaso ou de outras pessoas. A decisão é somente nossa!

Não entre no “mimimi”! Não empreste os seus ouvidos para teorias negativas e vitimistas!

Escolha ser protagonista da sua história e empreenda a sua vida a cada dia! Fique atento, porque, no empreendedorismo, 100% dos vitimistas fracassam!

(Colaboração Elisa Simões)

Autor

Luis Fernando Câmara

É presidente da Vox2You – a Arte de falar bem, e empreendedor desde a adolescência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *