Você costuma assumir suas metas?

Todos precisamos de metas, prestar contas, dar satisfação, assumir compromissos. Isso nos pressiona a nos superarmos. Somos obrigados a inovar, vencer os nossos limites pessoais, assumir compromissos e cumpri-los. É assim que construímos a nossa reputação.

A certeza dessas verdades é que nos faz optar por aquilo que não é da nossa natureza: nos expormos. Não é fácil ter meta, comprometer-se, aliás, é uma tentação muito grande ficar com a meta só para você. Dessa forma, caso você não a atinja, ninguém ficará sabendo e, então, você não estará exposto e fica “tudo bem”.

Ficar livre do compromisso pode ser mais confortável, mas vai contra a mentalidade empreendedora. Principalmente quando se é o próprio chefe. É o caso de muitos empreendedores. Por isso, ter meta é fundamental para o seu desenvolvimento pessoal e, consequentemente, do seu negócio.

Se o constrangimento pelo não cumprimento é algo ruim, por outro lado, a meta atingida é algo maravilhoso! Celebrar uma meta cumprida é um dos grandes prazeres da vida de um empreendedor!

Ter meta é comprometer-se publicamente, é assumir algo que seja possível e ao mesmo tempo desafiador diante de pessoas com as quais você não pode falhar.

Se você não tem um chefe que lhe cobra resultados, pense em pessoas com as quais você possa comprometer-se e assumir metas. Quem sabe funcionários, amigos, família.

Ainda dá tempo de assumir uma meta até o final do ano. Que tal dar esse passo?

(Colaboração Édio Alberti)

Autor

Luis Fernando Câmara

É presidente da Vox2You – a Arte de falar bem, e empreendedor desde a adolescência.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: