Na contramão da crise, Beblue faz crescer vendas de parceiros

Startup está em expansão e já traz resultados positivos aos comércios credenciados; Serviço está disponível em Franca, Presidente Prudente e Ribeirão Preto com estimativa de transacionar mais de R$ 50 milhões por mês em sua plataforma

startupA crise econômica que o país está passando atinge empresas de segmentos diferentes. Muitos comerciantes estão com o movimento em baixa e alguns sem expectativas de aumento em suas vendas. Captação e fidelização de clientes estão entre os objetivos do Beblue – startup com sede em Ribeirão Preto (SP) e atividades na cidade, em Franca e Presidente Prudente -, que está na contramão do cenário econômico. Em poucos meses de funcionamento, o Beblue já registra altos índices de crescimento em suas operações. Já são mais de 200 credenciados, com a estimativa de chegar até o final de 2016, com mais de dois mil e quinhentos.

Segundo Daniel Abbud, co-fundador e CEO do Beblue, em menos de três meses de funcionamento, o app registra aceitação cada vez mais positiva no mercado.  “Por dia, temos quase 2 mil downloads. Nossa expectativa é chegar a 100 mil usuários até o final de julho e 500 mil até dezembro de 2016. Atualmente são realizadas mil e duzentas transações diárias e já temos uma estimativa de chegar 20 mil operações por dia até o final do ano. Serão mais de R$ 50 milhões circulando na plataforma por mês”, explica.

“Além de fidelizar clientes, o Beblue fomenta novas vendas. Elas beneficiam o parceiro credenciado e a compra gera benefício para o consumidor final. O planejamento do Beblue prevê alcançar 100 cidades no Brasil, nos próximos três anos, com 110 mil  afiliados. A startup se pauta na receita de sucesso onde todos ganham: incremento de resultados e fidelização de clientes para os credenciados e benefícios recorrentes para o usuário”, diz Daniel Gava co-fundador do Beblue.

Os comércios credenciados ao aplicativo também estão otimistas com os resultados que estão colhendo. Segundo Leonardo Barreto, sócio-diretor da Você + Fit, de Ribeirão Preto, parceiro do aplicativo há um mês, o contrato fez crescer o movimento da loja. “O app nos trouxe diversos benefícios, entre eles, o aumento do ticket médio dos usuários e a frequência de visita à loja. Em dias específicos de pico, o Beblue nos proporcionou aumento de até 70% no faturamento”, comenta.

Para o proprietário da Pani – Pães e Bolos Artesanais Integrais, de Ribeirão Preto, João Paulo Roncel de Oliveira, que incluiu o Beblue em março de 2016, ao seu negócio, através da indicação de amigos, a plataforma é uma ótima ferramenta de fidelidade. “Novos clientes vieram conhecer o estabelecimento e os que já frequentavam voltam com mais frequência. Além do aumento do ticket médio. Do total de transações realizadas no local, 15% são de usuários Beblue. Todos ficam felizes e nos indicam”, afirma.

Fonte: Núcleo da Notícia Comunicação Corporativa

 

Autor

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: