Ciclismo e Paraciclismo de Ribeirão Preto

Ribeirão Preto é campeã da Volta Ciclística Cidade de Brusque e fatura dois pódios na segunda etapa da Copa Brasil de Paraciclismo

Ciclismo

A Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME) faturou, no último domingo (20), mais um título de campeonatos válidos pelo Ranking Nacional de Estrada da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo). O time comandado pelo técnico Marcelo Donnabella foi com cinco representantes para a décima edição da Volta Ciclística Cidade de Brusque, em Santa Catarina, e voltou com o campeão geral da prova: o passista Atílio Fetter foi o melhor somando as três etapas da corrida, iniciada no sábado (19), e conquistou o título.

“Ele começou bem já no sábado, ficando em segundo lugar no Contrarrelógio e também na rodagem de 88 quilômetros. Assumiu a liderança na classificação por causa desses bons resultados e aí foi somente manter a regularidade na prova de estrada, no domingo de manhã, para ser campeão”, celebrou o treinador.

O domínio do plantel ribeirão-pretano na competição catarinense, porém, não foi apenas com as pedaladas de Fetter. No contrarrelógio, quatro atletas da equipe ficaram entre os cinco primeiros. Além do vice de Atílio, Maurício Knapp ficou em terceiro, Rodrigo do Nascimento em quarto e Lucas Motta em quinto. Matias Médice (Avaí) foi o vencedor.

Atílio Fetter exibe o troféu de campeão da Volta Ciclística Cidade de Brusque
Atílio Fetter exibe o troféu de campeão da Volta Ciclística Cidade de Brusque

No circuito de 88 km, sábado à tarde, mais quatro pódios: Maurício Knapp campeão, Atílio em segundo, Lucas Motta em terceiro e Rodrigo Melo em quarto. Alessandro Guimarães (Joinville) ficou em quinto.

Na Estrada, Rodrigo Melo ficou em segundo lugar e Rodrigo do Nascimento em quinto. Alessandro Guimarães (Joinville), Giovane Frazão (São José-SC) e Alan Firmiano (Orleans) foram os primeiro, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

Paraciclismo

Mariana Garcia, atleta da Equipe de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME), provou regularidade e conquistou mais dois pódios na Copa Brasil de Paraciclismo. No último final de semana, em Goiânia-GO, pela segunda etapa da competição, ela faturou medalha de bronze nas provas de Estrada e Contrarrelógio, resultado idêntico ao trazido da etapa inaugural, em junho, em Indaiatuba-SP.

Os resultados mantiveram a ribeirão-pretana de 23 anos de idade na terceira colocação do mais importante torneio da modalidade no País, encerrado, visto que a terceira e última etapa que seria em Aracajú-SE foi cancelada pela CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo).

Mariana manteve a regularidade e trouxe mais dois pódios para Ribeirão Preto
Mariana manteve a regularidade e trouxe mais dois pódios para Ribeirão Preto

“Em Goiânia as provas foram no Velódromo, com um circuito um pouco mais plano do que Indaiatuba. Não tão íngremes, mas muito longas. Em Indaiatuba era circuito de nível internacional e com subidas bastante íngremes. Mesmo com algumas dores no ombro esquerdo, que tenho tratado três vezes por semana com fisioterapia, consegui fazer duas boas corridas e voltar com resultados importantes”, celebra.

Mariana, que compete pela categoria Handbike H3, agora irá intensificar o tratamento do ombro e dos treinos para a disputa do Campeonato Brasileiro de Paraciclismo, no Rio de Janeiro, entre 1º e 3 de dezembro.

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: