Mobilização de combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes ganha diversos adeptos

Evento que foi realizado em todo o Brasil teve diversas ações na região de Ribeirão Preto, como por exemplo, em Cravinhos que mais de 800 pessoas participaram de mobilizações

O Brasil celebrou no dia 18 de maio o “Dia Nacional de Combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes”. Esse dia foi escolhido, porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

Evento realizado no bairro Nova Cravinhos reuniu diversas crianças e adolescentes

A proposta do dia “18 de Maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar do combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes. É preciso garantir a todos jovens o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Por isso mesmo diversas cidades se mobilizaram, de diferentes maneiras, para alertar a todos sobre o combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes. No município de Cravinhos, o secretário da Assistência Social, Márcio Luís de Lima Barroso e sua equipe decidiram fazer três mobilizações nos bairros mais populosos.

Dinâmicas em grupos foram realizadas na Praça do Jardim Santana

“Nos anos anteriores fazíamos uma passeata que percorria as avenidas e ruas de nossa cidade, entretanto às vezes não chegava no foco que queríamos. Por isso nesse ano decidimos em fazer atos em diferentes bairros”, explica Márcio Barroso.

O primeiro bairro a receber a Mobilização de Combate ao Abuso Sexual foi a Nova Cravinhos, em que foram divulgadas as formas que se deve realizar as denúncias caso sofram abuso sexual. No local também os alunos da EMEB. “Antônio Joaquim DA Silva” participaram de um teatro educativo, dinâmica e depois receberam pipoca e algodão doce.

“Nosso foco é divulgar para as crianças e adolescentes o Disque Denúncias 100 e 181 caso sofram abuso ou exploração sexual”, revela Márcio Barroso.

Já na quinta-feira (18/05) o trabalho chegou ao Jardim Santana e contou com a participação dos alunos da EMEB. “Maria Virgínia Matarazzo Ippolito”, os quais participaram de diversas dinâmicas em grupo, e também da conscientização da denúncia sobre qualquer tipo de abuso sexual. E no mesmo dia os bairros Bela Vista e Parque São José receberam a Mobilização, assim fechando o ciclo, entretanto o trabalho continua constante.

Equipe de arte-educadores se fizeram presentes na Praça do Bela Vista e Parque São José

“Finalizamos a Semana Municipal de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, fechamos essa importante campanha com a participação​ dos adolescentes da Casa da Criança e os alunos da EMEB. ‘Moacir Martins dos Santos’. Levar a informação de que qualquer abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes devem ser denunciados no Disque 100 e 181 foi o nosso maior foco nesses três dias e com certeza atingimos nosso objetivo”, afirma o secretário da Assistência Social de Cravinhos.

Quem quiser denunciar o crime de abuso sexual conta crianças e adolescentes pode procurar o Conselho Tutelar, Delegacia especializada em crimes contra crianças e adolescentes ou uma delegacia comum. A denúncia também pode ser feita pelos telefones 100 ou 181.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: