Governo entrega 35 novas viaturas para a Polícia Militar

Os novos veículos são resultado de um investimento de R$ 11,8 milhões do Governo do Estado

D00025800

O governador Geraldo Alckmin entregou, na manhã desta quinta-feira (7), mais 35 novas viaturas para a Polícia Militar, reforçando a frota do 2º, 3º e 4º BPChq da Capital, e de todos os canis da Grande São Paulo e Interior.

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, acompanhou o evento e agradeceu o investimento. “O Governo do Estado não deixa de investir nas polícias”, afirmou. “Dessa forma, podemos garantir que o brasileiro que mora em São Paulo tenha a segurança eficiente que tanto merece”.

Ao todo, as 35 novas viaturas foram adquiridas com um investimento estadual de R$ 11.876.143. São 23 veículos do modelo Ford Pálio Weekend (valor unitário de R$ 72,2 mil) para o policiamento com cães; quatro veículos lançadores de água “V.L.A” (valor unitário de R$ 2,2 milhões) e oito Mitsubishi L200 (valor unitário de R$ 134 mil) para as operações dos batalhões de choque.

“São viaturas com o que há de mais moderno para servir à população de São Paulo”, ressaltou o governador que, durante o evento, elogiou a atuação do Canil da PM. “É uma forma de policiamento fundamental. Encontram entorpecentes e explosivos, patrulham ruas e estádios, garantem a segurança”.

Investimentos

O Governo tem investido, constantemente, na melhoria dos recursos de trabalho da Polícia Militar. Desde janeiro, a corporação recebeu 1.404 novas viaturas, compradas por mais de R$ 109,7 milhões.

Em relação a efetivo policial, desde janeiro, o Governo do Estado de São Paulo empossou 2.658 soldados na Polícia Militar. Também estão em formação mais 4.833 soldados e 448 alunos-oficiais. A distribuição do efetivo é feita após a formatura.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

 

Autor

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: