Ribeirãopretano é o primeiro brasileiro a cruzar o Deserto do Atacama a pé

Para realizar a travessia de 450 quilômetros e fazer história, Filipe Bermal se preparou na CrossFit Ribeirão

Depois de uma aventura de 25 dias resumidos em muito esforço, suor e dedicação, o ribeirãopretano Filipe Bermal se tornou o primeiro brasileiro a cruzar o Deserto do Atacama a pé. E tudo por uma boa causa. Foram 450 quilômetros de muita raça, em uma jornada histórica em prol da conscientização do uso racional de água. Não bastasse a distância, ele puxou um trenó de mais de 100 quilos, onde estava todo seu equipamento, durante o percurso.

O Atacama é o destino mais seco do planeta, abriga o deserto mais alto do mundo, seu solo é comparado ao de Marte e a chuva segue rara por lá. Por isso a escolha de Filipe pelo local. “O povo daquela região aprendeu a conviver conscientemente com a escassez de água. Por essa razão, não teria lugar melhor para tratar do uso racional deste recurso tão importante. Queria chamar a atenção da população para o tema e mostrar que podemos mudar o mundo com pequenas atitudes”, destaca.

Foram 450 quilômetros de muita raça, em uma jornada histórica em prol da conscientização do uso racional de água. 
Foram 450 quilômetros de muita raça, em uma jornada histórica em prol da conscientização do uso racional de água.

O ribeirãopretano também fala sobre a experiência. “O Deserto do Atacama é um lugar fantástico. Nesses 25 dias, pude ver de perto o dia a dia do povo atacamenho. Foi uma das expedições mais difíceis que já realizei, não só pelo terreno, mas pelo fato de estar sozinho durante boa parte do trajeto. É uma experiência única. Quero motivar outras pessoas e mostrar que tudo é possível”, conclui.

Filipe tem 31 anos e atua com consultoria de viagens e expedições.

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: