Ações simples deixam seu condomínio mais sustentável

A questão da sustentabilidade nunca esteve tão presente em nossas vidas e, consequentemente, é uma tendência cada vez mais forte em condomínios residenciais ou comerciais. Como resultado, traz diversas vantagens para o meio ambiente e para os condôminos no que se refere à melhora da qualidade de vida e diminuição de gastos.

Mas quando se fala em condomínios sustentáveis, muita gente automaticamente associa essa ideia a altos investimentos em tecnologia, soluções inovadoras mirabolantes e processos de certificação complexos e burocráticos. Realmente, para a implantação de alguns projetos e sistemas sustentáveis, há de se passar por tudo isso. Mas existem muitas práticas simples que não requerem tantos recursos, apenas um pouco de conhecimento e vontade de fazer acontecer.

Quer exemplos? Vamos lá:

– coleta seletiva e reciclagem de lixo: basta estabelecer um espaço apropriado para que os condôminos descartem cada tipo de material de forma correta, separando lixeiras em categorias como lixo orgânico, papel, metal, plástico e vidro. Com a coleta seletiva, é possível vender os materiais recicláveis, gerando uma renda extra a ser investida no condomínio. Há empresas especializadas em fazer a coleta de óleo de cozinha, que paga pelo óleo descartado e recolhido.

– lâmpadas LED: muita gente ainda acha que não compensa, por elas terem um valor mais alto do que a lâmpada incandescente, aquela comum e bem baratinha que encontramos em qualquer mercado. Mas a economia que o LED proporciona compensa o investimento inicial, pois este tipo de lâmpada pode gerar uma economia de até 85% no gasto de energia. Tem maior durabilidade e é mais ecológica também porque sua estrutura é quase que inteiramente reciclável.

– sistemas individuais de relógio d’água: água doce é um dos bens mais preciosos do mundo e não só por uma questão financeira, é muito importante a redução do consumo de água. Pode não parecer, mas implantar sistemas individuais, fazendo com que cada morador pague pelo que consumiu traz uma significativa redução no consumo de água do condomínio. A realidade é que, infelizmente, muitas pessoas só vão se preocupar com banhos demorados quando eles se refletem no próprio bolso.

São inúmeras as práticas sustentáveis simples que podem ser adotadas e eu escreveria um livro apenas citando cada uma delas. Foi por isso que disse logo no começo que a adoção de cada medida requer, além de boa vontade, conhecimento.

Pesquise mais sobre o que é viável implantar para melhorar o local onde você trabalha ou mora, pois é possível reduzir custos e cuidar do meio ambiente sem comprometer o caixa do seu condomínio.

Robinson Cardoso

Robinson Cardoso é administrador e diretor do Grupo Arcon Administração e Terceirização.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: