Banda Osso Duro de Roer mostra seu rock com compromisso e qualidade

Banda cravinhense lança seu segundo álbum com músicas autorais, e ainda apresenta duas cervejas artesanais.

Quatro jovens e um sonho: aprender a tocar um instrumento e montar uma banda que pudesse mostrar os seus ideais, e executasse músicas de qualidade para todos. Foi pensando assim que os amigos Eduardo Sajouro (bateria), Heltinho Cabral (guitarra solo), Rodrigo Dente (contrabaixo) e Lucas Vercezi (vocal) formaram a Banda Osso Duro de Roer, no ano de 2007.

“Desde o começo tínhamos esse senso em comum… Amigos aprendendo a tocar com vontade de montar uma banda. Só tirar as músicas que gostávamos no quarto não bastaria, queríamos tocar nossas bandas favoritas e as nossas músicas juntos. A afinidade e o gosto musical se juntaram e montar uma banda virou uma necessidade”, explica Lucas Vercezi.

A escolha do nome da banda tinha que ser algo em português, então começaram a ver expressões do rock and roll no Brasil, e decidiram por “Osso Duro de Roer”, que mostra como é difícil tocar rock no Brasil.

Rodrigo Dente (contrabaixo), Lucas Vercezi (vocal), Heltinho Cabral (guitarra solo) e Eduardo Sajouro (bateria)
Foto: Divulgação

“Sempre foi prioridade escolher um nome em português. Essa expressão muito usada tem o significado pra nós de como é difícil tocar rock and roll no Brasil, um estilo que na maioria das vezes é deixado de lado. Levamos esse compromisso de tocar esse gênero pra todos que gostam e respeitam”, revela Lucas Vercezi.

Em 2018 a banda lançou o seu primeiro álbum homônimo com 10 faixas, sendo que no ano seguinte ganhou um clipe com o single “Contra o Tempo”. No dia 19 de setembro de 2021 lançaram o single “Em frente”, e no dia 16 de outubro do mesmo ano foi a vez do single “Estrada da Cura”.

E já no final do ano passado foi a vez do lançamento do novo trabalho “Contra o Tempo”, com 8 músicas autorais.

“‘Lutar’ contra o tempo é um dos maiores anseios da humanidade, e com o avanço da tecnologia, o tempo parece cada vez passar mais rápido. Sempre nos interessamos por esse tema, e em 2019 lançamos o single ‘Contra o Tempo’, o que depois viria a ser o nome do álbum. O disco tem 8 músicas, sendo que, 2 foram compostas por nós 4; duas compostas por Heltinho Cabral e Lucas Vercezi, e as demais compostas por Heltinho Cabral. As músicas abordam temas diversos e atuais, sempre com riffs poderosos, que remetem aos clássicos do rock”, comenta Heltinho Cabral.

E junto com o novo álbum, a banda trouxe ainda mais uma novidade, o lançamento de duas cervejas: “Loira do Diabo” e “Osso Duro de Roer”.

“As cervejas foram produzidas pelos nossos amigos Raul e Gordinho, da cervejaria artesanal Belenus. E a venda das cervejas foi um sucesso, e por isso estão esgotadas”, diz Rodrigo Dente.

Mas para aqueles que não conseguiram experimentar as cervejas da banda, uma nova remessa deve ser colocada à disposição no ano de 2022. E quem quiser ter o CD físico para escutar em casa e curtir todas as músicas, pode pedir, através das redes sociais dos integrantes da banda.

“Pretendemos encomendar uma nova remessa das cervejas no começo desse ano. Quanto ao CD, é só entrar em contato com a gente pelas nossas redes sociais. Lembrando que todas as faixas do nosso álbum também estão disponíveis em todas as plataformas digitais”, afirma Eduardo Sajouro.

Show de lançamento do CD “Contra o Tempo”, que aconteceu no final de 2021
Foto: Wesley Mello

E o projeto da Banda Osso Duro de Roer para o ano de 2022 é lançar dois ou três clipes das músicas que fazem parte do álbum “Contra o Tempo”.

“Estamos muito felizes com o resultado final do nosso álbum. Todas as músicas demonstram verdade em suas composições, e foram feitas por pessoas apaixonadas pelo rock and roll. Em 2022 pretendemos lançar 2 ou 3 videoclipes”, conclui Lucas Vercezi.

Para ficar dentro de tudo que acontece e as novidades da Banda Osso Duro de Roer é só seguir as redes sociais da banda (Facebook: @bandaossoduroderoer e o Instagram: @bandaossoduro).

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: