Poema para Fernando

Quando olho pra você

fico sempre a imaginar

nesse seu jeito sensível

e estranho de amar.

 

É tão grande o coração

que abriga dentro do peito

que me leva a perdoar

os seus erros e defeitos.

 

A sua sensibilidade

é algo que nunca vi

pois apenas com o olhar

consegue tudo captar.

 

Quando nos desentendemos

por uma coisa qualquer

fico então me questionando

onde é que estou errando.

 

Essa sua teimosia

que vive a me desafiar

não é bem o que eu queria

mas tenho que aceitar.

 

Você herdou, certamente,

um pouco isso de mim

e isso, cá entre nós,

não é tão ruim assim.

_ . _

Do Livro: “Simplesmente Poemas” – Pag. 102 – Irene Coimbra

Foto: Divulgação

Irene Coimbra

É professora, escritora, poeta, produtora e apresentadora do Programa “Ponto & Vírgula” na TV MAIS RIBEIRÃO. Fundadora da Revista Ponto & Vírgula em Ribeirão Preto.  Editora e Promotora de Eventos Literários.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: