Carnaval chegou!

Abre alas! O carnaval chegou!

O melhor da época do carnaval é ver a alegria estampada no rosto das pessoas. É gostoso ver gente sorrindo e feliz.

Tudo se transforma em uma festa pintada de muitas cores. Clima que contagia até os meros observadores da “bagunça”. Em pelo menos quatro dias, para muitos, não há estresse de trabalho, não há horários e deveres a serem cumpridos, não há contas a pagar – afinal, banco também não abre.

Não cabe aqui discutir o comportamento das pessoas durante a grande festa, pois cada um deve – ou deveria – ser responsável pelos seus atos. Todos estão carecas de saber das possibilidades e dos riscos que o Carnaval oferece: o número de acidentes aumenta, os hospitais lotam, novos foliões nascem após nove meses…

Carnaval rende histórias e estórias. Em meio às caras pintadas, fantasias luminosas e coloridas, e coreografias ensaiadas, quase sempre surge também o famoso “amor de carnaval”. Aqueles amores passageiros – e também suados, ora bêbados, ora mascarados. Se existem ou não, a verdade é que podem ir muito mais além do amanhecer da quarta-feira de cinzas, dia que já nos remete à quaresma, tempo litúrgico de conversão para a Igreja Católica, e que leva os não adeptos da folia a escolherem um programa menos agitado, como os retiros espirituais. Há também quem prefira os filmes, os passeios no meio do mato ou pescarias.

Já os anti-carnavalescos se tornam insuportáveis quando ficam de cara virada com o mundo por causa do Carnaval. Esses seres tentam achar uma contestação lógica ou ideológica para justificar suas opiniões contrárias. Nunca veem graça em eventos da massa. Acabam ficando mais estressados, porque o que é tradição o povo gosta e participa.

Bem, já que o Brasil não voltará a ter “ordem e progresso” em quatro dias, deixa o povo ser feliz! A folia, brincadeira ou diversão, é histórica e mesmo durando poucos dias é capaz de tirar o sorriso dos lábios de muita gente.

Bom carnaval a todos!

PS.: Ah, e um recado para você que fica com essa cara amarrada durante o carnaval: este ano é ano de eleição. Aproveita seu tédio para ler sobre política em vez de ficar criticando quem gosta da folia.

 

Lucimara Souza

Formada em Letras, Pedagogia e especialista em Comunicação: linguagens midiáticas, atualmente professora. Aprecia a escrita permeada pela criatividade, humor e certa dose de sarcasmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *