Congresso recebe prefeitos e vereadores de quatro regiões do Estado

Em torno de 280 municípios participaram do Congresso da Mogiana, que debateu as principais áreas da gestão municipal, como por exemplo, Saúde, Educação, Meio Ambiente, Turismo, Social, Convênios, dentre outros

Dos dias 06 a 08 de março foi realizado no Theatro Pedro II, o 1º Congresso de Municípios da Mogiana, que teve como objetivo reunir as regiões de Ribeirão Preto, Franca, Barretos e São José do Rio Preto, para que em um só espaço pudessem debater a Federação brasileira, na qual os municípios são seus integrantes. E para que se pudesse criar um Consórcio Regional, que assim fala que a Federação atenda as peculiaridades de cada cidade.

Autoridades que participaram da abertura do Congresso de Municípios da Mogiana

“Foram mais de 280 municípios envolvidos nesse Congresso, o qual teve diversas dinâmicas, debates e ainda o encontro dos prefeitos e vereadores com os secretários estaduais e representantes do Governo Federal. Podemos fazer uma balanço positivo de tudo que foi reunido durante esses três dias do evento”, comenta o organizador do Congresso de Municípios da Mogiana, Edson Avallos.

O evento foi aberto com uma belíssima apresentação da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, em seguida quem usou a palavra para parabenizar pelo evento e dar sua contribuição foi o presidente da Assembleia Legislativa, Dr. Fernando Capez, que fez questão de cumprimentar a todos, e ainda ressaltar a cidade de Cravinhos, terra de seus tios e pais.

Momento da assinatura e fundação do Congresso de Municípios da Mogiana

“Sempre que venho a região de Ribeirão Preto, não posso esquecer de mencionar o município de Cravinhos, na pessoa do prefeito José Carlos Carrascosa dos Santos, o Boi, lá existe a Casa Libaneza que foi doada pelo meu tio e se transformou em um local cultural para a cidade. Um belo trabalho que o prefeito tem feito lá desde 2001. Quanto ao Congresso de Municípios da Mogiana, quero parabenizar a todos por esse evento, e dizer que não existe outra função mais espinhosa que a de prefeito, porque é na porta dos senhores que as coisas estouram”, diz Fernando Capez.

Segundo Capez, a Assembleia tem contribuído com os prefeitos ao buscar soluções no Tribunal de Contas do Estado (TCE), porque muitas vezes, ao buscar agir na boa fé, prefeitos acabam se tornando réus para o resto da vida.

O presidente Capez ainda afirmou que tanto ele quanto a Assembleia Legislativa está à inteira disposição do novo consórcio que acabara ser instalado, o CMM – Consórcio de Municípios da Mogiana –, que congrega 32 municípios da região de Ribeirão Preto, somando uma população de mais de 1,3 milhão de habitantes.

Prefeito de Cravinhos, José Carlos Carrascosa; com o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez; e o secretário estadual do Meio Ambiente, Ricardo Salles

“Realmente com essa crise os prefeitos tem o desafio de realizar e atender as solicitações da população, bem como equilibrar as contas do município, para que dessa forma o trabalho possa ser feito com transparência e responsabilidade”, comenta o prefeito de Cravinhos e também um dos anfitriões do evento, José Carlos Carrascosa dos Santos.

Os secretários estaduais também se fizeram presentes ao evento e puderam explicar um pouco de cada Pasta, principalmente, para os novos gestores que estão em seu primeiro mandato. O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, ressaltou o seu empenho por realizar uma política efetiva e que atenderá a população, mas que também buscará o equilíbrio das contas municipais.

Prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, participa da Painel de Debates

Durante os três dias do Congresso ainda aconteceram debates nas principais áreas da gestão municipal, como por exemplo, Saúde, Educação, Meio Ambiente, Turismo, Social, Convênios, dentre outros.

Outro ponto de destaque do evento foi a presença de aproximadamente 20 técnicos do Governo Federal, os quais fizeram atendimento presenciais e individualizados aos gestores municipais.

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: