Como blindar o organismo contra gripes e resfriados no inverno

Consumo de vitaminas, minerais e prática de exercícios é fundamental para manter a saúde e prevenir doenças

Blindar o resfriadoO inverno chegou, e com ele a incidência de gripes e resfriados aumenta principalmente porque as pessoas tendem a ficar em ambientes fechados para se proteger do frio. Como consequência, os vírus permanecem no ambiente porque não são levados pelo vento, facilitando a transmissão através de tosses e espirros.

Segundo o Dr. Marco Casemiro, médico especialista há mais de 20 anos em prevenção, tratamento do envelhecimento e reeducação alimentar através da prática ortomolecular, para desempenhar adequadamente as funções de defesa, ainda mais necessárias no período de frio, o sistema imunológico deve receber regularmente as vitaminas C, A e E, e ainda os minerais zinco, selênio e o ferro. “Com a correria do dia a dia, as pessoas não conseguem consumir a quantidade adequada de vitaminas e minerais. Podemos afirmar que 99% da população tem consumo de vitamina E abaixo do recomendável. A ingestão da vitamina C está abaixo do indicado em 80% da população. E metade dos brasileiros não ingere a quantidade aconselhada de vitamina A. Suprir a falta dessas vitaminas e minerais através da suplementação é essencial para melhorar a saúde e prevenir doenças, principalmente nessa época do ano”, explica o médico.

Os dias mais frios também podem atrapalhar ou ajudar a perda de peso, dependendo do estilo de vida e se a pessoa é ou não adepta a exercícios. No inverno, as pessoas têm a sensação de sentir mais fome e por impulso acabam consumindo alimentos mais calóricos e pesados, principalmente, ricos em carboidratos, que podem ser de má qualidade. Por outro lado, quem pratica atividades físicas, consegue queimar mais gordura com os exercíciosporque o metabolismo fica mais acelerado.“No inverno há um aumento no consumo energético, pois a temperatura ambiente geralmente é menor do que a temperatura corporal. Nosso corpo trabalha mais para se aquecer, gasta mais energia, por isso precisamos de maior quantidade de nutrientes para a reposição. Para quem quer emagrecer, essa pode ser a época ideal se mantiver a rotina de exercícios, porque no inverno o metabolismo do corpo acelera, pela necessidade de produzir mais calor, ativando mecanismos naturais que promovem a queima de gordura”, explica Dr. Casemiro. Ainda segundo o médico, os menos adeptos a prática de exercícios, no entanto, devem tomar cuidado com o consumo exagerado de calorias para não ganhar quilos extras na balança no final da estação.

mulher-gripada

Outros cuidados para se manter saudável no inverno

 Para uma melhor noite de sono, procure deixar o quarto bem arejado e umedecido. A dica para quem não tem umidificador de a e usar toalhas molhadas ou reservatórios com água no ambiente.

– A água muito quente resseca a pele, dê preferência para banhos mais mornos e não abra mão de cremes e óleos para deixar a pele fortificada e hidratada.

– Como no inverno nos expomos menos ao sol, é importante fazer uso de suplementação, principalmente Vitamina D, que está associada ao aumento de imunidade em relação a infecções respiratórias.

– Não deixe de comer legumes, hortaliças e frutas, esses alimentos são fontes de vitaminas e minerais que neutralizam os radicais livres prevenindo o envelhecimento da pele. As frutas ricas em vitamina C, como o morango, a laranja, a mexerica, o limão, a cereja, entre outros; vegetais, como o brócolis, o repolho, a cenoura, entre outros, são exemplos de alimentos para a estação.

– Exercícios que induzam o aumento do fluxo de sangue, com um bom aquecimento e movimentos de alongamento sem carga ou de baixa intensidade.

– Durante o inverno, é muito comum diminuir a ingestão de água, um erro brutal. Manter a ingestão de água é extremamente importante para manter a hidratação da pele e de todo o organismo que naturalmente fica debilitado por causa do clima frio

– Evite o acúmulo de poeira, que desencadeia diversos problemas alérgicos.

– Use filtro solar diariamente.

– Para prevenir-se de doenças como a gripe, a vacina é a melhor opção. Entretanto, o organismo leva cerca de 60 dias para produzir anticorpos. Por isso, ela deve ser tomada, de preferência, antes da chegada do frio;

Fonte: Focco Comunicação Corporativa

 

Autor

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: