A química do amor

Basta você me olhar

ou levemente me tocar,

pra que eu sinta dentro de mim

a química do amor começar.

 

Começo a ficar inquieta

andando de lá pra cá,

enquanto uma louca paixão

vai devastando meu coração.

 

Corro então para seus braços

pois se não satisfaço

aquela ânsia louca de amar,

é como se dentro de mim

o peito fosse arrebentar.

 _ . _

Do Livro: “Simplesmente Poemas” – Pág. 19 – Irene Coimbra

Foto: Divulgação

Irene Coimbra

É professora, escritora, poeta, produtora e apresentadora do Programa “Ponto & Vírgula” na TV MAIS RIBEIRÃO. Fundadora da Revista Ponto & Vírgula em Ribeirão Preto.  Editora e Promotora de Eventos Literários.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: