Clico, logo penso

Site de tecnologia da TV pública da Noruega tenta experiência há um mês, e afirma que ela melhora o nível do debate

“As redes sociais dão voz aos imbecis” já dizia Umberto Eco. Essa frase resume o poder de abrangência e facilidade para que qualquer pessoa possa navegar pelos sites e espalhar seus pensamentos sem restrição.

McLuhan, em sua obra Os Meios de Comunicação como Extensão do Homem, além de criar a expressão “o meio é a mensagem”, mostra também que o homem ao criar ferramentas, expande suas capacidades naturais. No caso da comunicação, a internet faz com que a mensagem vá para o outro lado do globo instantaneamente.

A fim de criar um filtro para elevar o nível de comentários e discussões na internet, o site de tecnologia da TV pública da Noruega, NRKbeta, implementou um sistema simples, porém eficaz. Consiste basicamente em criar um questionário sobre a notícia para que o internauta possa fazer comentários sobre.

A medida foi adotada há cerca de um mês, e os responsáveis consideram que ela está dando resultados. A jornalista Ståle Grut, citada pelo Nieman Lab, argumentou que, “se todo mundo está de acordo sobre o que o artigo diz, então eles têm uma base muito melhor para comentar sobre ele”.

TV pública da Noruega, NRKbeta
tela com o questionário sobre a notícia

O editor Marius Arnesen acrescentou que a medida traz outra vantagem: durante os cerca de 15 segundos usados para responder ao quiz, os leitores têm tempo para refletir sobre o tom dos comentários, o que, segundo ele, evita textos destemperados.

O lema da NRKBeta é: “a única maneira de controlar o seu conteúdo é ser o melhor provedor dele”.

 

imagem em destaque: http://www.posttypography.com

 

Emir Freiberger

Formado em comunicação social com habilitação em jornalismo. Pós graduado em artes visuais, trabalha entre o mundo das artes e programação de sites e programas web.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: