Deixe a tecnologia trabalhar por nós

Faz um tempo que a promessa da tecnologia nos proporcionar mais tempo livre é propagada, mas na realidade ficamos cada vez mais presos e conectados

Já dizia o escritor Mark Kennedy que “todas as maiores invenções tecnológicas criadas pelo homem — o avião, o automóvel, o computador — dizem pouco sobre sua inteligência, mas falam bastante sobre sua preguiça”. A humanidade tem gasto muito neurônio para criar métodos e ferramentas para fazer cada vez menos trabalhos pesados e repetitivos.

Com essa premissa, além de economizar tempo e dinheiro, o conceituado J. P. Morgan investiu pesado (9% da receita projetada) em machine learning* e criou a própria rede na nuvem, chamada de Gaia, para fazer análise de acordos financeiros. Atividade que chegava a consumir 360 mil horas de honorários com advogados, pode ser feito em poucos segundos.

Além da rapidez e economia, o sistema não cansa, não pede férias e é menos suscetível a erros. O projeto é supervisionado pelo Diretor de Operações Matt Zames e pela Diretora de Informação Dana Deasy. “Matt disse: lembre-se de uma coisa acima de todas as outras: nós precisamos ser os líderes em tecnologia para serviços financeiros”, comenta Deasy.

“Estamos dispostos a investir para ficar à frente da curva. Mesmo que, em última análise, parte desse dinheiro vá para produtos ou serviços que não eram necessários”, disse Marianne Lake, Chefe de Finanças. “Isso porque não podemos esperar para saber os resultados. O ambiente está em extrema mutação constante, por isso temos que ir tentando”.

Como disse Elon Musk, criador do PayPal, SpaceX e Tesla, “fracasso é uma possibilidade por aqui. Se as coisas não estão fracassando, você não está inovando o suficiente”. No mundo da tecnologia, a inovação deve ser a única coisa constante.

* campo de estudo que dá aos computadores a habilidade de aprender sem serem explicitamente programados. SAMUEL, Arthur, 1959.

Emir Freiberger

Formado em comunicação social com habilitação em jornalismo. Pós graduado em artes visuais, trabalha entre o mundo das artes e programação de sites e programas web.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: