Veja 5 dicas para sair de vez das dívidas

A partir do momento que falamos sobre não ter mais dívidas de uma vez por todas, não existe uma fórmula mágica que possa ser usada por todas as pessoas.

Uma das causas para aumentar as dívidas é a falta de um planejamento financeiro que acaba elevando dia após dia, o índice de inadimplência no país.

Por conta das dificuldades de controlar os próprios orçamentos domésticos, as pessoas acabam recorrendo a créditos com altas taxas de juros. E pior, às vezes, para quitar o primeiro empréstimo, acabam pegando outro sem ao menos se preocupar com as condições, virando uma eterna bola de neve.

Caso você esteja vivendo uma situação semelhante, a preocupação é uma só: como sair de vez das dívidas? A boa notícia é que há como você sair dessa situação complicada rapidamente. Por outro lado, a notícia “não-tão-boa” é que a educação financeira deverá fazer parte da sua nova realidade.

Quer entender como fazer isso, recuperando suas finanças, realizando sonhos e poder colocar a cabeça no travesseiro com mais tranquilidade? Basta continuar com a gente lendo esse texto!

Foto: Divulgação

Estou endividado, o que faço?

Uma das perguntas mais atuais no país é “estou endividado, o que faço?”. A verdade é que considerando os níveis atuais de desemprego e inadimplência, as pessoas estão perdidas e sem saber como fazer para poderem quitar essas pendências.

Primeiro, é necessário ter em mente que essa situação ruim não vai perdurar por muito tempo. Mas serão necessárias algumas mudanças de comportamento: a começar por conhecer mais sobre educação financeira, além de ser fundamental fazer um planejamento financeiro pessoal bem elaborado.

Foto: Divulgação

5 dicas para sair das dívidas

Para compreender mais sobre conceitos ligados à educação financeira, fizemos uma lista com cinco dicas de como fazer para sair das dívidas:

  1. Anote todos seus gastos;
  2. Tenha objetivos definidos;
  3. Comece a poupar a partir de agora;
  4. Negocie suas pendências financeiras;
  5. Cuidado com compras impulsivas.

 

Coloque tudo no papel

A primeira coisa a se fazer é ter uma planilha com todos os seus gastos. Você pode usar desde a tradicional combinação de papel e caneta até os aplicativos da internet que existem exatamente para essa finalidade: organizar as despesas mensais.

Ah e não coloque apenas os gastos como energia, aluguel e outras coisas do tipo. Atente-se, inclusive, ao café após almoço. Ele deve ser incluído no seu planejamento financeiro que servirá como guia na sua vida econômica.

Defina as prioridades

Definir prioridades pode fazer diferença no futuro das suas finanças. Um exemplo a ser dado é pagar pela academia e não a frequentar. Realmente vale a pena ter esse tipo de despesa no seu planejamento financeiro?

Por outro lado, você está cheio de dívidas e não consegue quitá-las. Talvez cortando essa despesa não sobraria mais dinheiro por mês? Uma vez que você saber o que é importante, ficará mais fácil lidar com dinheiro.

 

Comece a economizar agora

Como citamos no tópico sobre anotar tudo, a partir do momento que você tiver seu planejamento financeiro pessoal bem definido será mais fácil saber quais despesas podem ser excluídas, como a academia citada acima.

Outra possibilidade que o planejamento financeiro permite é saber como e onde economizar: se você faz uso da internet, pode tentar negociar com a empresa que possui o menor valor; as compras de supermercado, procure consumir vegetais da estação e olhar as marcas que têm preços mais atrativos e assim por diante.

Foto: Divulgação

Negocie suas dívidas

É lógico que pagar suas dívidas é a melhor opção para seu planejamento financeiro dar certo. Mas como fazer isso? Listamos abaixo, um passo a passo que te ajudará a se livrar dessas pendências:

  1. Enumere todas as suas dívidas;
  2. Logo depois, confirme se seu nome está sujo no SERASA;
  3. Minimize o que puder em suas despesas fixas;
  4. Análise se existe alguma maneira de aumentar sua receita (ganhar uma renda extra);
  5. Adicione em seu planejamento financeiro essas dívidas, com abertura para quitá-las;
  6. Coloque uma data limite para pagamento dessas dívidas;
  7. Reflita sobre trocar uma dívida cara por uma mais barata. A sugestão é fazer uma avaliação sobre a possibilidade de solicitar um empréstimo com juros mais baixos;
  8. Pronto: amortize o saldo devedor!

Outra forma de se livrar das dívidas é através da negociação de dívidas online. Com ela, além da praticidade de resolver tudo de casa, você ainda pode ter acesso a descontos consideráveis no valor total.

 

Evite compras por impulso

Através das prioridades definidas e do seu planejamento financeiro bem executado, lembre-se de evitar gastar por impulso. Se você ainda não consegue se controlar diante de uma loja com letreiros grandes escrito “Promoção” no shopping, que tal evitar passeios nesses locais?

Outra sugestão é quando ir ao supermercado, ter uma lista definida de compras e evitar olhar para aquelas prateleiras que ficam próximas aos caixas, porque é exatamente nesses locais que muita gente acaba comprando itens supérfluos.

Foto: Divulgação

Mantenha o planejamento financeiro

Leu com atenção todas nossas dicas dadas acima? Não se esqueça que além de seguir todos esses cinco conselhos, você deve mudar sua forma de se relacionar com dinheiro.

O único jeito é fazer um planejamento financeiro mensal e ter disciplina, foco e organização. Só assim, você conseguirá sair do vermelho de uma vez por todas.

 

Mantenha seu foco

Conseguimos provar para você que não é tão difícil negociar dívidas? Permaneça com essa determinação, afinal você buscou por esse artigo, né? E siga certinho todas as dicas dadas acima! Depois conte para gente se você gostou desse texto para sabermos mais!

 

 

Sobre o Juros Baixos

Há mais de 5 anos no mercado, o Juros Baixos é uma fintech que atua oferecendo soluções financeiras através de um marketplace de crédito e plataforma de bem-estar financeiro. Se quer ter acesso a mais conteúdos sobre educação financeira, não deixe de conferir o blog Juros Baixos e nosso canal no Youtube.

A Coluna de Economia é produzida pela equipe do site Juros Baixos (www.jurosbaixos.com.br).

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: