Jovens nascidos no ano 2000 devem fazer o Alistamento Militar

Os jovens nascidos no ano 2000 devem fazer o Alistamento Militar até o dia 30 de junho. A partir desse ano o procedimento é feito online

Os jovens nascidos no ano 2000, do sexo masculino, precisam ficar atentos para o novo formato para efetivação do Alistamento Militar. A partir deste ano, o procedimento deve ser feito online, pelo site www.alistamento.eb.mil.br, onde os jovens farão obrigatoriamente o cadastro no “Brasil Cidadão”, e com login e senha, deverão efetuar o alistamento 2018.

O prazo final é 30 de junho, caso o jovem o perca terá que pagar multa e ficará impedido de obter passaporte, ingressar como funcionário, assinar contrato com o Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios; prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino; obter carteira profissional, registro de diploma de profissões liberais, matrícula ou inscrição para o exercício de qualquer função e licença de indústria e profissão; inscrever-se em concurso para provimento de cargo público, entre outros.

Após fazer o procedimento online, os jovens deverão comparecer à Junta de Serviço Militar mais próxima de sua residência, para que seu Certificado de Alistamento Militar seja validado no sistema do Exército Brasileiro, assim como deverão fazer a comprovação de residência através de conta de água, luz ou telefone e apresentar documentos pessoais, como RG, CPF e Certidão de Nascimento, todos originais, não necessitando de cópias e ou fotos a partir deste ano.

“Esse é o primeiro ano que o jovem precisa realizar a inscrição primeiramente online e depois se dirigir até a Junta Militar, nos anos anteriores tudo era feito na Junta”, explica a secretária da Junta do Serviço Militar de Cravinhos, Regina Márcia Fracon Medina.

Os cidadãos de anos anteriores a 2000 deverão comparecer à Junta de Serviço Militar para regularização de sua situação perante o Exército Brasileiro.

Autor

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *