Confira o que acontece no agronegócio

O que acontece durante a semana no agronegócio você acompanha aqui na Intertv Web.

O colunista Gustavo Batista traz toda semana na coluna “Agro Minuto”, o que aconteceu na semana no mundo do agronegócio. Acompanhem!

VALOR BRUTO PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

O VBP deste ano está estimado até agosto em R$ 771,4 bilhões. O número é 10% maior que no mesmo período de 2019. As lavouras resultaram em R$ 519 bilhões e a pecuária em R$ 252,3 bilhões. A soja representou 37,4% do valor das lavouras, com R$ 194,2 bilhões, e o milho, com 15,8% equivalendo a R$ 81,9 bilhões. Os preços internos e as vendas externas são responsáveis por esses resultados.

(Fonte: MAPA)

PRAGA CITRICULTURA

A população do psilídeo, inseto transmissor do greening, está alta em todas as regiões do cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro. Por meio de mais de 30 mil armadilhas, o Fundecitrus verificou crescimento de 204% em julho e de 337% em agosto em comparação com os mesmos meses no ano passado. Estes são os mais altos índices verificados para o período desde o início da série histórica em 2014.

Isso ocorre pela combinação de condições climáticas favoráveis: a chegada das chuvas estimula o surgimento de brotações, que atraem os psilídeos para alimentação e reprodução por serem tecidos mais macios. O greening atinge 20,87% das laranjeiras do cinturão citrícola.

(Fonte: Fundecitrus)

A população do psilídeo, inseto transmissor do greening, está alta em todas as regiões do cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro
Foto: BrasilAgro

POLUIÇÃO SP

O estado de SP registra a menor emissão per capita de gás carbônico da história. Pela primeira vez, a emissão do gás por paulista ficou em 1,614 de toneladas de CO2/ano. O estudo é realizado desde 2000 e está relacionado ao maior consumo de biometano, biodiesel, e principalmente etanol pela frota de veículos.

Pra se ter uma ideia, entre 2009 e 2019, o Estado alcançou maior produção e consumo de etanol hidratado, com 10,8 e 11,6 bilhões de litros do combustível.

(Fonte: Governo SP)

PREÇOS CEBOLA E BATATA

A cebola registrou quedas de dois dígitos nos percentuais dos preços comercializados no atacado em todas as Centrais de Abastecimento do Brasil. A desvalorização está relacionada a maior oferta da safra de inverno. Outra hortaliça que ficou mais barata no último mês foi a batata – também por causa da colheita e a menor demanda durante a pandemia.

(Fonte: Conab)

A cebola registrou quedas de dois dígitos nos percentuais dos preços comercializados no atacado em todas as Centrais de Abastecimento do Brasil
Foto: Grupo Cultivar

CUSTO PECUÁRIA LEITEIRA

Pelo oitavo mês seguido o custo da pecuária leiteira aumentou. A elevação foi de 1,68% entre julho e agosto na “média Brasil”, acumulando avanço de 7,57% em 2020. A alta esteve relacionada às valorizações de 13,47% dos alimentos concentrados e de 8,45% para a suplementação mineral no acumulado do ano.

(Fonte: CEPEA)

PREÇO DO LEITE

Desde o início de 2020, o preço do leite no campo apresenta alta acumulada real de 42,5% na “Média Brasil” líquida do Cepea. Esse avanço foi acentuado nos últimos três meses, quando os valores subiram 39,7% e a cotação do leite captado em julho e pago ao produtor em agosto chegou ao recorde de R$ 1,9426/litro.

A expectativa é que em setembro possa subir em torno de 10%, estabelecendo novo recorde.

(Fonte: CEPEA)

Desde o início de 2020, o preço do leite no campo apresenta alta acumulada real de 42,5% na “Média Brasil”
Foto: Divulgação

PRODUTIVIDADE E AÇÚCAR EM CANA

A produtividade agrícola da cana atinge 85 toneladas por hectare na atual safra 2020/2021. O rendimento médio das lavouras no Centro-Sul avançou influenciado pelas condições climáticas favoráveis e a colheita de canavial mais jovem. O valor é 4% maior que no mesmo período do ciclo passado.

O clima mais seco também favoreceu a concentração de açúcares na planta. No acumulado da safra atual, o índice de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana-de-açúcar na região Centro-Sul alcançou 139,3 kg, crescimento de 4,5% ao ciclo anterior.

(Fonte: ÚNICA)

PREÇO ARROBA BOVINA

A arroba do boi gordo, segundo o indicador CEPEA, fechou o primeiro semestre de 2020 com uma média próxima dos R$ 200,00, uma valorização de 15,2% em relação ao segundo semestre de 2019. Quando comparamos a cotação atual com o mesmo período do ano passado, a arroba apresentou uma valorização ainda maior (31,2%).

Um dos pontos que podem justificar esse aumento nos preços foi a dificuldade dos frigoríficos em comprar a matéria-prima no primeiro semestre, dada a baixa disponibilidade de animais prontos. A estimativa de abate para 2020 é de 36,77 milhões de cabeças vs. 41,55 milhões no início do ano.

(Fonte: CEPEA)

A produtividade agrícola da cana atinge 85 toneladas por hectare na atual safra 2020/2021
Foto: Divulgação

Gustavo Batista

Gustavo Batista é jornalista há 20 anos com pós-graduação em gestão de comunicação. Tem experiência em rádio, tv, assessoria de imprensa e meios digitais. Já atuou em canais de tv como TV Clube, TV Record e TV Thathi. Atua há 10 anos no setor de Agronegócio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: