Confira o que acontece no agronegócio

O que acontece durante a semana no agronegócio você acompanha aqui na Intertv Web.

INDICAÇÃO GEOGRÁFICA CAFÉ

O café arábica da região do Caparaó, localizada na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, recebeu o registro de Indicação Geográfica (IG). O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) reconheceu o produto como IG, na espécie Denominação de Origem (DO). A área geográfica envolve dez municípios capixabas e seis mineiros como: Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Guaçuí, Alegre, Muniz Freire, Ibitirama, Iúna, Irupi, Ibatiba e São José do Calçado, no Espírito Santo; Espera Feliz, Caparaó, Alto Caparaó, Manhumirim, Alto Jequitibá e Martins Soares, em Minas Gerais. A conquista deve valorizar o grão produzido nas fazendas da região.

NOVA RAÇA BOVINA

A Pecuária brasileira é terra de todas as raças bovinas e recentemente teve a introdução de duas novas raças no país, o Murray Grey e o Composto Bravon oriundo do Devon. Agora é a vez de desembarcar mais um animal voltado à produção de carne. É a inédita raça Speckle Park que terá os registros genealógicos operacionalizados pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC).

A Pecuária brasileira é terra de todas as raças bovinas e recentemente teve a introdução de duas novas raças no país
Foto: Divulgação

DESCOBERTA PEIXE

Pesquisadores da Unesp registraram pela primeira vez em cerca de dez anos a presença do peixe-anual-de-Iguape. A espécie, que é encontrada apenas na região do litoral sul do estado de São Paulo, é tida como em risco de extinção e indicadora de boa qualidade ambiental. Os últimos registros da ocorrência da espécie na região datam de 2006.

A espécie endêmica do bioma da Mata Atlântica mede até 2,8 cm de comprimento e é bastante valorizada por aquaristas. A espécie está criticamente ameaçada de extinção pela ocupação humana em áreas alagáveis que servem como habitat do peixe.

PREÇO LEITE JANEIRO

Pesquisas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP, apontam que o preço do leite captado em dezembro de 2020 e pago aos produtores em janeiro de 2021 registou queda de 4,3% na Média Brasil, chegando a R$ 2,0344/litro. Ainda assim, o valor é 42,6% maior do que o registrado em janeiro de 2020 e representa um novo recorde para este mês.

Pesquisadores da Unesp registraram pela primeira vez em cerca de dez anos a presença do peixe-anual-de-Iguape
Foto: Unesp

EXPORTAÇÕES AGRO

Em 2020, as exportações do agronegócio de São Paulo apresentaram aumento de 12,9%, totalizando US$ 17,23 bilhões; enquanto as importações recuaram 11,9%, somando US$ 4,13 bilhões.

Com estes resultados, obteve-se um superavit de US$ 13,10 bilhões, montante 23,9% superior ao obtido em 2019, segundo a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado.

Os principais grupos nas exportações do agronegócio paulista foram: Complexo Sucroalcooleiro (US$ 6,40 bilhões – o açúcar 84,4% e o álcool 15,6%), Carnes (US$ 2,30 bilhões – somente carne bovina 87,4%), Complexo Soja (US$ 1,91 bilhão), Produtos Florestais (US$ 1,54 bilhão) e Sucos (US$ 1,40 bilhão – suco de laranja 96,7%).

A China é o principal destino com o comércio se US$ 4,11 bilhões, montante 38,9% maior que o obtido em 2019.

EXPORTAÇÕES FRANGO

As exportações brasileiras de carne de frango totalizaram 291,6 mil toneladas no primeiro mês de 2021, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal. O volume total embarcado no período foi 9,9% menor em relação às 323,8 mil toneladas efetivadas em janeiro de 2020. O resultado das vendas em janeiro deste ano chegou a US$ 434,4 milhões, número 17,9% inferior ao efetivado no mesmo período do ano passado, com US$ 529,1 milhões.

EXPORTAÇÕES CARNE SUÍNA

O volume embarcado de carne suína chegou a 63,1 mil toneladas, número 7,8% menor em relação ao mesmo período de 2020, com 68,5 mil toneladas. Em receita, o resultado das vendas do mês alcançou US$ 146,5 milhões, desempenho 10,7% menor em relação ao realizado em 2020, com US$ 164,1 milhões.

Confira tudo sobre as exportações do agronegócio de São Paulo, exportação de frango e carne suína
Foto: AGROemDIA

PREÇO ARROBA BOVINA

O Indicador do boi gordo no estado de São Paulo vem operando acima dos R$ 200,00 desde maio de 2020 e, nesta semana, atingiu a casa dos R$ 300,00. Trata-se de novo recorde real da série histórica do Cepea, iniciada em 1994. Na quarta-feira, dia 3, o Indicador fechou a R$ 301,90, acumulando alta de 13% na parcial de 2021. Segundo pesquisadores do Cepea, o recente avanço nos valores da arroba está atrelado à oferta limitada de animais prontos para abate e as demandas interna e externa enfraquecidas neste começo de ano.

O Indicador do boi gordo no estado de São Paulo vem operando acima dos R$ 200,00 desde maio de 2020 e, nesta semana, atingiu a casa dos R$ 300,00
Foto: Olhar Agro e Negócios

PREÇO LIMÃO

No mercado de lima ácida tahiti, a oferta está no pico, mas as vendas estão firmes nesta semana. Segundo colaboradores do Cepea, a intensificação da moagem tem feito com que agentes industriais busquem a fruta no mercado de mesa, impulsionando os valores da variedade em São Paulo. Na parcial desta semana, A média da lima ácida tahiti in natura foi de R$ 19,89/cx de 27 kg, colhida, alta de 30,3% em relação à anterior. A oferta de frutas de menor qualidade está elevada, o que vem desestimulando as exportações.

PREÇO CAFÉ

As cotações domésticas do café arábica avançaram com força em janeiro. No balanço do mês, o Indicador do arábica tipo 6, teve média de R$ 639,71/saca, avanço significativo de 45,38 Reais por saca (ou de 7,6%) em relação à de dezembro/20. Frente a janeiro/20, a alta foi de 33,46 Reais por saca (ou de 5,5%). A valorização do arábica no mercado interno se deve aos avanços do dólar e dos futuros, à procura firme e a retração vendedora.

A média da lima ácida tahiti in natura foi de R$ 19,89/cx de 27 kg, colhida, alta de 30,3% em relação à anterior
Foto: Canal Rural

Gustavo Batista

Gustavo Batista é jornalista há 20 anos com pós-graduação em gestão de comunicação. Tem experiência em rádio, tv, assessoria de imprensa e meios digitais. Já atuou em canais de tv como TV Clube, TV Record e TV Thathi. Atua há 10 anos no setor de Agronegócio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: