Vamos tomar um café?

Cada xícara de café traz consigo uma história prévia – que pode ser bem contada ou não – mas que possibilita a criação de novas histórias e momentos no fundo de cada xícara.

A paixão ganhou adeptos, cada xícara servida ganhou mais valor e aumentou a qualidade (e variedade) de torra e moagem.

O que era um momento pessoal, agora tem nome e torna-se público: Café du Jour (Café do dia – em francês) no Instagram: @cafedujour88.

Com a responsabilidade de trazer semanalmente dicas de onde encontrar um momento de felicidade que uma xícara de café pode proporcionar ao degustar.

Sou amante e consumidora do bom café – mas, consumidora apenas – não crítica profissional. Formada pelo Google, mestrado feito por Momentos e o título de doutorado veio pela experiência em infinitas xícaras de café. Venha aproveitar comigo o melhor momento do dia… a pausa para o café!

Todos os comentários serão feitos como uma forma de sugestão para o seu próximo café – não analisarei propagandas, marca, fama ou prêmios. Independentemente de o local ser uma cafeteria, uma padaria, um restaurante, bistrô, confeitaria, cervejaria, etc. Basta oferecer um café no menu, que ele poderá aparecer na dica do Café du Jour da semana. Objetivo é compartilha as experiências de uma boa xícara de café com as observações anotadas sobre ela para você.

As categorias abaixo listadas foram pensadas como forma de padronizar o nosso cantinho semanal trazendo todas as informações possíveis sobre o café sugerido.

Todas as formas de contribuição para melhorar nosso momento #cafedujour são bem vinda… Sugestões de locais e convites para um café também!

Categoria Observação
Método de preparo  
Apresentação  
Crema  
Textura  
Aroma  
Sabor Residual  
Observação Extra:  
   
Custo x Benefício  

Método de Preparo: espresso italiano, espresso americano, coado, filtrado, mocca, turco, etc…

Método de Preparo do café

Apresentação: se foi servido com algum complemento como água com gás, petit four, chocolate, decoração etc.

Crema: a espuma que vem no espresso. Ela carrega informações importantes a respeito do processo que o café foi tirado. A crema deve ser duradoura, alta, viscosa (grossa), ter coloração próxima de um bege-dourado. (Uma maneira simples –  para quem adoça o café – é adicionar açúcar e observar se o açúcar desce lentamente ou se ele amontoa sobre a crema e depois vira de uma vez para dentro. Se ele amontoa e depois vira de uma vez é porque tem uma crema excelente!

Crema ruim possui furos que dê para enxergar o preto do café embaixo ou a crema está queimada (bordas na cor marrom escuro). 

Textura: É uma sensação causada na boca pela persistência no paladar. Um café pode ter textura leve, média ou encorpada, dependendo da variedade ou do blend. A textura do café será mais leve quando a torra for clara, ficando mais encorpado para pontos de torra mais escuros. Seguindo a tabela abaixo:

Figura 3: “O livro do Café” – Publifolha – página 27.

Aroma: São os elementos perceptíveis através do olfato. Sendo os aromas do café divididos em três principais categorias: os delicados (floral, cítrico, bagas, frutado ou herbáceo), os equilibrados (mel, cereal, tostado, baunilha ou nozes) e os intensos (cacau, madeira, especiarias, torrado ou tabaco).

gráfico aroma café

Sabor Residual: É o sabor que permanece na boca após a degustação da bebida. Qualquer que seja a acidez que um café naturalmente tenha, o tipo torra influencia muito. Acidez fresca e cítrica é desejável e traz vida ao café. Já um sabor azedo é indesejável e geralmente resultado de grãos colhidos verdes ou com defeito. Amargor forte ou muito forte são provenientes de uma torra muito acentuada (escura), de um tempo excessivo de contato da água com o pó de café (moagem fina), ou de cafés de qualidade inferior.

sabor residual café

Observação extra: Rápido atendimento (a crema, ou espuma do café, tem validade, e às vezes ela some até chegar ao cliente); O café deve estar quente, mas não tão quente à ponto de ferir os “degustadores”, até porque se isso ocorrer é porque já temos erros no preparo; não deve apresentar pó demais dentro da xícara depois de ter tomado (café tipo carioca); Se a xícara tem um apoio confortável para os dedos e não ir caindo conforme você segura.

Custo x Benefício: é um indicador que relaciona os benefícios comparados de forma monetária (custos) com outras xícaras de café.

Estes padrões de avaliação são básicos, constam em literatura sobre o assunto, alguns critérios são regras de campeonatos de barista, alguns se referem à etiqueta em servir, e alguns critérios apelam até para higiene e apresentação do produto que está sendo servido.

Toda semana estarei aqui com uma sugestão, mas todos os dias estarei no Insta @cafedujour88 com novidades.

E então, vamos tomar uma xícara de café?

Catinha Caum

Formada pelo Google, mestrado feito por Momentos e o título de doutorado veio pela experiência em infinitas xícaras de café. Venha aproveitar comigo o melhor momento do dia... a pausa para o café!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: