Estudantes de Cravinhos conquistam medalhas na Olimpíada de Astronomia

Realizada em fase única, a olimpíada é voltada aos estudantes dos ensinos Fundamental e Médio.

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), maior olimpíada cientifica do Brasil, teve que ser realizada de forma online nos últimos dois anos, isso devido a Pandemia Mundial do Covid-19. Mesmo assim, o município de Cravinhos se fez representar com alunos da escola municipal “João Nogueira”, e recentemente aconteceu a divulgação dos resultados, em que diversos alunos conseguiram importantes medalhas.

“Gostaria de parabenizar a todos os professores, alunos e equipe da escola João Nogueira que conquistaram esse prêmio, divulgando o nome de nossa cidade e destacando a nossa educação”, comenta a secretária municipal de Educação de Cravinhos, Márcia Fernandes Donato.

Realizada em fase única, a olimpíada é voltada aos estudantes dos ensinos Fundamental e Médio. Os estudantes cravinhenses conquistaram 9 medalhas de ouro, 15 de prata e 26 de bronze, assim demonstrando que mesmo de forma remota (online), estudantes e professores tem trabalhado constantemente para se adaptarem ao novo normal e evoluírem com o ensino.

“Ao todo Cravinhos teve 50 medalhistas nessa edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. Só temos que parabenizar cada um deles, e também aqueles que não ganharam as medalhas, mas se dedicaram e dedicam ao estudo para que possam melhorar a cada dia. Também parabenizamos toda a equipe da Educação, que não tem medido esforços para que nesse ‘novo normal’ possam continuar ensinando e propagando um ensino de qualidade. E claro as famílias dos nossos alunos que tem se aliado a escola para que juntos possamos avançar”, diz o prefeito de Cravinhos, Itamar Bueno.

Os estudantes tiveram a orientação e a coordenação das professoras Marisa Carvalho, Roberta Monteiro e Viviane Nunes.

Confira os medalhistas de Cravinhos

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: