Jovem com câncer dá lição de vida e celebra o Dia das Crianças

O pequeno Vinícius de Freitas Cordeiro, 9 anos, se tornou o símbolo do GACC Ribeirão Preto e tem encantado a todos com sua força de vontade, alegria e o lindo sorriso

O câncer infantojuvenil, principal causa de morte pela doença entre crianças e adolescentes, virou foco da campanha do GACC (Grupo de Assistência à Criança com Câncer) de Ribeirão Preto. E a luta de um menino de Cravinhos se tornou símbolo de uma campanha de prevenção.

Em determinada ocasião, o jovem Vinícius de Freitas Cordeiro, 9 anos, filho do casal Karin Panace de Freitas e Ricardo Cordeiro, sentiu uma dor no braço. Sua mãe, então, levou-o ao médico. Depois de uma avaliação preliminar e exames feitos, algo diferente apareceu numa imagem, o que fez com que ela levasse a criança a um especialista para exames mais detalhados.

“No começo foi assustador e difícil pra todo mundo aqui em casa. Mas com o tempo e a ajuda do pessoal do GACC nós vimos que tudo poderia ser normal”, conta o jovem Vinícius de Freitas Cordeiro, 9 anos.
“No começo foi assustador e difícil pra todo mundo aqui em casa. Mas com o tempo e a ajuda do pessoal do GACC nós vimos que tudo poderia ser normal”, conta o jovem Vinícius de Freitas Cordeiro, 9 anos.

“Senti uma dorzinha no meu braço. Fiz exame e apareceu algo estranho na imagem. Minha mãe foi atrás do especialista pra fazer mais exames detalhados”, diz o pequeno Vinícius Cordeiro.

Foi através desses exames mais específicos de imagem que o tumor no braço do pequeno Vinícius foi detectado. Assim, com o intuito de receberem orientação e apoio, os pais procuraram o GACC (Grupo de Assistência à Criança com Câncer), em Ribeirão Preto, indicado pela assistente social do HC.

“A assistente social do Hospital das Clínicas Criança disse que o GACC existia, mas eu não fui. Meu pai foi primeiro e adorou a casa, entretanto eu não tinha vontade de ir. Porém chegou um dia em que criei coragem e fui conhecer. Me apaixonei pela casa e pelas pessoas que trabalhavam lá. Ainda pude conhecer muitas crianças que no hospital eu ainda não tinha visto”, revela Vinícius Cordeiro.

“O GACC tem uma estrutura muito completa. Eles oferecem medicamentos, cestas básicas, suplemento alimentar, serviço odontológico, cinco refeições diárias, dormitório, apoio psicológico, uma infinidade de passeios e festas, entre outros.
“O GACC tem uma estrutura muito completa. Eles oferecem medicamentos, cestas básicas, suplemento alimentar, serviço odontológico, cinco refeições diárias, dormitório, apoio psicológico, uma infinidade de passeios e festas, entre outros.

Ainda segundo Cordeiro, hoje ele frequenta o GACC várias vezes na semana pra brincar, almoçar e se divertir com seus amigos.

O GACC é uma entidade beneficente sem fins lucrativos que objetiva prestar atendimento integral às crianças e adolescentes com câncer em tratamento no HC. Desde a sua criação, tem evoluído ano a ano com a elevação da qualidade técnica, graças a uma equipe altamente qualificada, composta por assistente social, dentista, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo e terapeuta ocupacional, além da equipe de apoio. O trabalho do Grupo é complementado pelo suporte oferecido pelos funcionários e voluntários, através de suas ações desenvolvidas junto às famílias e à instituição.

Vinícius com seus pais Karin e Ricardo Cordeiro
Vinícius com seus pais Karin e Ricardo Cordeiro

“O GACC tem uma estrutura muito completa. Eles oferecem medicamentos, cestas básicas, suplemento alimentar, serviço odontológico, cinco refeições diárias, dormitório, apoio psicológico, uma infinidade de passeios e festas, entre outros”, comenta a Karin, mãe do pequeno Vinícius.

Mesmo sendo criança e passando por um tratamento delicado, ele soube encarar de frente todas as quimioterapias sempre com um sorriso estampado no rosto, o que o fez se tornar um símbolo e o “garoto propaganda” do GACC Ribeirão Preto, sendo ele destaque no site e panfletos da instituição.

“Sempre fui muito alegre. Gosto de brincar e participar de atividades diferentes. Ter ficado doente não mudou em nada a minha alegria. Às vezes fico meio triste por causa da medicação, mas assim que passa o efeito volto a ficar normal”, revela Vinícius.

Faltam três ciclos de quimioterapia para que ele possa encerrar essa fase do tratamento, mas ele ainda precisará fazer acompanhamento por pelo menos cinco anos. E com seu bom humor, simpatia, humildade e força de vontade irá ajudar muitas outras pessoas que por ali passarão nesse tempo.

Pai, tios e amigos se solidarizaram com o pequeno Vinícius e também rasparam a cabeça
Pai, tios e amigos se solidarizaram com o pequeno Vinícius e também rasparam a cabeça

“Estou finalizando o tratamento. Faltam três ciclos de quimioterapia para finalizar esta parte. Os exames estão ótimos, mas o tratamento completo dura cinco anos. Não vou tomar remédio todo esse tempo, mas vou fazer acompanhamento pra ter certeza de que tudo acabou mesmo”, conta o sorridente Vinícius.

Com apenas nove anos, Vinícius ainda tem muitos Dias das Crianças para celebrar, e, neste ano, não vai ser diferente, porque a única coisa que ele quer é celebrar a vida e a felicidade junto aos seus amigos.

“Desejo um Dia das Crianças muito feliz pra todos. Aproveitem cada segundo pra brincar e ser feliz!”, e ainda complementa “para quem passa pela mesma situação que eu, só tenho a dizer: calma, meu! Não é o que você pensa! Tudo passa e você vai conseguir tirar de letra, assim como eu”, completa.

E foi conhecendo o GACC de perto que, hoje, em gratidão ao carinho e apoio recebidos, Vinícius sonha em se tornar um voluntário da instituição como um “Doutor da Alegria”, para proporcionar momentos felizes para mais crianças que por ali passam diariamente.

Alegria do pequeno Vinícius encantou a todos que fazem tratamento no GACC Ribeirão Preto
Alegria do pequeno Vinícius encantou a todos que fazem tratamento no GACC Ribeirão Preto

“Meu maior sonho é ser Doutor da Alegria e poder divertir as crianças. Por isso um dia vou ser voluntário do GACC, trabalhar para deixar as crianças felizes, assim como me deixaram”, diz Vinícius.

E que essa felicidade e alegria transbordadas pelo pequeno Vinícius Cordeiro possam deixar o nosso heroizinho ainda mais valente para enfrentar os próximos desafios, bem como ajudar a outros que estão só iniciando o seu caminho.

“O câncer tem cura, mas o diagnóstico precisa ser precoce. O início é muito duro, mas precisamos ter a cabeça no lugar e pedir ajuda. Nós contamos com ajuda dos amigos, professores e escola, família, e isso foi muito importante. Mas foi fundamental para o início do tratamento ter ido na Secretaria Municipal de Assistência Social de Cravinhos, lá contamos com a ajuda da Sônia Macedo e do secretário Márcio Barroso que nos nortearam. Sozinha eu estava como uma “barata tonta”, mas procurando o lugar certo, o tratamento pôde começar muito mais cedo e a expectativa de cura aumentou radicalmente.

Somos gratos a todos os amigos, familiares e professores que nos ajudam até hoje. Eles são os nossos pilares. Gostaria de citar todos os nomes, mas ficaria horas [risos]. Somos gratos à Prefeitura e à Secretaria de Assistência Social que nos deram suporte para conseguirmos chegar até aqui com mais tranquilidade.

Mas somos gratos, principalmente, a Deus, pois somente com as providências Dele é que chegamos até aqui com essa leveza e felicidade.

Sim, somos felizes e gratos!”

Karin Panace de Freitas, mãe do pequeno Vinícius

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: