Ausência da Poesia

Eu que vivia

em constante ebulição,

de repente me vejo

em completa inanição.

 

Começo a me questionar

o que foi que aconteceu,

pra deixar-me assim apática

de todo sonho meu.

 

De repente eu percebo

que essa minha apatia,

tem como única razão

a ausência da poesia.

_._

Do Livro: “Entre Poemas” – Pag. 13 – Irene Coimbra

Foto: Divulgação

Irene Coimbra

É professora, escritora, poeta, produtora e apresentadora do Programa “Ponto & Vírgula” na TV MAIS RIBEIRÃO. Fundadora da Revista Ponto & Vírgula em Ribeirão Preto.  Editora e Promotora de Eventos Literários.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: