Vinhos Verão – Tintos

Vinho tinto no calor, pode isso?

Se pode? Claro que pode! Obviamente a dinâmica se altera um pouco, mas é perfeitamente possível apreciar um bom vinho tinto mesmo no calor. Basta ficar atento a alguns pontos, como a temperatura do vinho, se é um vinho jovem, o tipo de uva e teor alcoólico.

Saiba Mais: Universidade do Vinho

Nada de temperatura ambiente, o negócio é resfriar mesmo. Deixar a temperatura entre 12ºC e 14ºC é o ideal para poder manter as características do vinho, os aromas e texturas. Se for de seu agrado e não se importar em perder um pouco dos toques finos da bebida, pode ser servido um pouco mais gelado. A dica é usar um cooler, existem vários modelos, inclusive uns não muito caros que mantem o vinho gelado por um bom tempo.

Um vinho jovem tende a ser mais leve, pois normalmente passa apenas pelo inox com pouco ou nenhum tempo em carvalho. Esse processo acaba deixando o vinho mais ácido, o que dá a sensação de frescor na boca.

O tipo de uva influencia no paladar, quanto menos taninos, mais fácil de beber. Essa equação inversamente proporcional é difícil de saber sem conhecer o vinho. Algumas uvas tendem a ter mais essa característica, como a Pinot Noir, Valpolicella, Cabernet Franc e Beaujulais. São vinhos frutados, com boa mineralidade e frescor.

Quanto ao teor alcoólico, isso pode variar muito a sensação que cada vinho proporciona. O ideal é ficar entre 10 e 12ºGL, pois alguns passam dos 14ºGL e essa diferença acaba sendo sentida. O fato de deixar o vinho mais gelado também ajuda a perceber menos o álcool presente.

Ebook: Resiliência e Inteligência Emocional

O importante é apreciar o seu vinho preferido, sempre com moderação.

Emir Freiberger

Formado em comunicação social com habilitação em jornalismo. Pós graduado em artes visuais, trabalha entre o mundo das artes e programação de sites e programas web.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: