Confira o que acontece no agronegócio

O que acontece durante a semana no agronegócio você acompanha aqui na Intertv Web.

O colunista Gustavo Batista traz toda semana na coluna “Agro Minuto”, o que aconteceu na semana no mundo do agronegócio. Acompanhem!

SAFRA DE CANA 2020/2021

O aproveitamento de tempo na safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul cresceu novamente em setembro frente ao mês anterior e atingiu 91%, segundo a União da Indústria da Cana-de-açúcar. O fato é resultante dos baixos índices pluviométricos. Com isso, a moagem acumulada no ciclo 2020/2021 registra recorde histórico de processamento com 538 milhões de toneladas do início da temporada até a segunda quinzena de outubro. A produção acumulada de açúcar atingiu a marca de 34,67 milhões de toneladas, montante 45,92% superior às 23,76 milhões de toneladas do último ano. O volume de etanol produzido totalizou 25,57 bilhões de litros, 7,49% inferior ao assinalado no último ciclo. Mantendo assim a tendência de ciclo mais açucareiro.

(Fonte: ÚNICA)

MERCADO CAFÉ ESPECIAL

Os apreciadores de café estão cada vez mais exigentes e eles não estão dispostos a abrir mão do sabor diferenciado nas xícaras. Segundo pesquisa internacional, os cafés especiais com custo superior a R$ 12 nas embalagens de 500 gramas tiveram um crescimento de cerca de 31,1% nos anos de 2019 e 2018. Além disso, enquanto o mercado do café tradicional cresce cerca de 2% ao ano, os cafés gourmet e especial apresentam a média de 13%.

O aproveitamento de tempo na safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul cresceu novamente em setembro frente ao mês anterior e atingiu 91%
Foto: VisãoAgro

MELHOR CAFÉ COOXUPÉ

Café de Capitólio (MG) é o melhor da safra 2020 da Cooxupé. O café arábica produzido pelo cooperado Wilson Vicente Soares na cidade mineira foi o campeão do Programa Especialíssimo da cooperativa. O café vice-campeão foi de Poços de Caldas – Edir José de Carvalho e o terceiro lote de café mais bem avaliado foi de Nova Resende, no sul mineiro, do cooperado Ricardo Bachião D’olivo.

Todos têm índice de qualidade acima de 80 pontos. Foram analisados atributos do café como acidez, doçura, corpo, balanço e retro gosto e aromas como frutados, enzimáticos, caramelados e florais. Os lotes selecionados pelo Especialíssimo também tiveram a oportunidade de compor o blend do café Safra Especial e do Prima Qualitá Raízes (lançando na solenidade de premiação).

PREMIAÇÃO CAFÉS SP

Divinolândia é destaque no 19º Concurso Melhores Cafés de São Paulo. A cidade teve 6 colocados entre os onze finalistas. Na nota foram contabilizadas as avaliações técnica (80%) e de sustentabilidade (20%).  O campeão foi o produtor Carlos Rovilson Penna, de Divinolândia, com a nota 8,55, na categoria cafés naturais. A maior pontuação foi na categoria Nano Lote com o produtor Claudinei Junqueira, também de Divinolândia, com a nota de 8,59. Concorreram 69 lotes de 8 regiões paulistas produtoras. O evento foi organizado pela Câmara Setorial de Café de São Paulo.

Café de Capitólio (MG) é o melhor da safra 2020 da Cooxupé
Foto: Cooxupé Comunicação

EXPORTAÇÕES CARNE BOVINA

As exportações de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada do Brasil renderam US$ 555,152 milhões nos primeiros dezesseis dias de outubro, com média diária de US$ 34,697 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 130,604 mil toneladas, com média diária de 8,162 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 4.250,60.

CAMPANHA FEBRE AFTOSA

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado de São Paulo teve início no dia 1º de novembro de 2020. Nesta etapa devem ser vacinados os bovídeos (bovinos e bubalinos) com idade entre zero e 24 meses. A expectativa é que sejam vacinados 4,6 milhões bovídeos que estão dentro desta faixa etária.

A data limite para entrega da declaração da vacinação é 07 de dezembro de 2020. A vacinação é obrigatória e deixar de vacinar e de comunicar a vacinação pode gerar multas de 5 Ufesps (138,05 reais) por cabeça por deixar de vacinar, e 3 Ufesps (82,83 reais) por cabeça por deixar de comunicar. O valor de cada Ufesp – Unidade Fiscal do Estado de São Paulo é 27,61 reais.

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado de São Paulo teve início no dia 1º de novembro de 2020
Foto: Governo Federal

PREÇO LEITE

O preço do leite captado em setembro e pago ao produtor em outubro avançou por mais um mês, renovando o recorde real da série histórica do Cepea. De acordo com pesquisas, a “Média Brasil” líquida de outubro teve alta de 1,25%, chegando a R$ 2,1586/litro. O valor é 53,6% maior que o registrado no mesmo mês do ano passado, em termos reais. Com isso, o preço do leite no campo registra alta real acumulada de 57,4% desde o início deste ano.

PREÇO MILHO

O Indicador do milho está em alta consecutiva há 20 dias e atingiu R$ 82,67 a saca de 60 kg, recorde real da série histórica do Cepea. No acumulado de 2020, o valor acumula alta de 67,7%.

MULHERES NO AGRO

Estudo da Conab mostra aumento da ação de mulheres na agricultura familiar. A participação delas chegou a 80% em comparação à masculina em 2019. O levantamento traz ainda esta participação do gênero dividida por região, sendo a maior parte do Sudeste (88%), seguida pelo Nordeste (84%), Centro-Oeste (80%), Norte (67%) e Sul (65%). Em relação à renda média anual, no mesmo período, a maior remuneração ocorreu no Centro Oeste, R$ 7.033,87 e a menor na região Sul, R$ 6.619,70.

Estudo da Conab mostra aumento da ação de mulheres na agricultura familiar
Foto: AgroMulher

MERCADO EXPORTAÇÕES

O Brasil abriu 100 novos mercados externos para produtos agropecuários desde o início de 2019. O mais recente é de exportação de suínos (reprodução) para a Colômbia.

Entre as aberturas de produtos não tradicionais estão castanha de Baru para a Coréia do Sul, mudas de coco para a Guiana, castanha do Brasil para Arábia Saudita, milho de pipoca para Colômbia, gergelim para Índia, mudas de eucalipto para Colômbia, ovos com casca para Singapura e abacate para Argentina.

Foram abertos mercados para produtos de alto valor agregado, como material genético avícola para os Emirados Árabes Unidos e Marrocos e embriões equinos para os Estados Unidos.

Dos 100 novos mercados, 45 são na América; 40 na Ásia; 14 na África e um na Oceania, conforme dados da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Mapa.

SAFRA AGRO 2020/2021

O início de semeadura da safra 2020/21 está em compasso de espera de chuvas mais abundantes na maioria das regiões produtoras de grãos do país. Por outro lado, o tempo firme favorece as lavouras na maturação e na colheita do trigo nos três estados da região Sul. O estado do Paraná é o que mais adiantou a colheita do trigo, com 79% da área cultivada, cenário que é semelhante ao da safra passada. No Rio Grande do Sul, cujo desenvolvimento do cereal foi favorecido pelo tempo firme, radiação solar e significativas amplitudes térmicas na maturação dos grãos em alguns locais, a colheita atingiu 19% e, em Santa Catarina, 12% das lavouras estão em condições de colheita.

Para a soja, em Mato Grosso, com a semeadura lenta até o final da primeira quinzena, foram registrados atrasos de 14% em relação à safra anterior, em grande parte das localidades produtoras.

O Brasil abriu 100 novos mercados externos para produtos agropecuários desde o início de 2019
Foto: Divulgação

Gustavo Batista

Gustavo Batista é jornalista há 20 anos com pós-graduação em gestão de comunicação. Tem experiência em rádio, tv, assessoria de imprensa e meios digitais. Já atuou em canais de tv como TV Clube, TV Record e TV Thathi. Atua há 10 anos no setor de Agronegócio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: