Café du jour: Barista

O café desde muito tempo é popular no mundo todo, consumido em diversos lugares, desde churrascaria até posto de combustível. Foi na sua modalidade espresso – café feito em máquina de pressão – que ele realmente se consagrou no paladar dos consumidores mais requintados. Seu preparo exige um ingrediente de maior excelência; e foi em busca deste elemento que surgiram novas perspectivas para esta bebida e consequentemente para uma profissão: o BARISTA.

O Café du jour dessa semana é dedicado a esse profissional que trabalha em silêncio, precisa de grandes conhecimentos técnicos, cursos, instrumentos de qualidades para extrair do grão os seus mais perfeitos toques.

A profissão de barista surgiu na Itália, há mais de 30 anos e se propagou pelo mundo afora graças ao grande sucesso de uma grande rede de coffee shops americana. Um detalhe interessante é que na Europa e nos EUA, a profissão é masculina e, aqui, o charme de servir cafés acabou atraindo e conquistando as mulheres também.

Comemorado no dia 24 de maio o Dia do Barista – que vem do italiano ‘baristi’ e significa ‘atendente de bar’ – é o especialista em transformar cafés de qualidade excelente em bebidas singulares. O profissional deve ser tecnicamente especializado em café e seus derivados. A função desse profissional é produzir e servir a bebida, ou derivados dela, aos seus clientes, buscando sempre a satisfação e a extração da melhor forma. Comparando ao mundo do vinho, o Barista está para o café assim como o Sommelier (ou enólogo) está para o vinho.

Esse profissional é responsável por preparar e servir cafés, sejam espressos, capuccinos, coados e outros, além de desenvolver bebidas à base de café, incluindo alcoólica. No curso de barista, são aprofundados os conhecimentos sobre a história do café, as características do grão, os processos de plantio, colheita, torra e moagem, além dos conhecimentos detalhados da extração da bebida e instrumentos necessários para essa extração até a xícara perfeita para cada bebida.

No Brasil, é uma categoria ainda recente, mas vem ganhando espaço principalmente pela expansão de cafeterias finas. O barista poderá trabalhar em cafeterias, padarias, casas de cafés, restaurantes, bares e hotéis. Entretanto, o mercado para esses profissionais não se resume só a isso. Os baristas são cada vez mais solicitados em eventos variados e também aqueles que se aprofundam nos conhecimentos relacionados aos grãos de maneira geral, são muitas vezes contratados por empresas desse segmento onde atuam como assessores e podem  ainda trabalhar diretamente com a produção e processamento dos grãos.

O barista também é responsável pelo atendimento ao cliente, é ele quem interage com o cliente e satisfaz os seus desejos e afaga seus problemas.

Do que adianta cultivarmos o melhor café se não garantirmos que ele foi preparado com perfeição? O barista qualificado é um artista que pode extrair todo o potencial do grão de café. A profissão requer determinação, insistência e paixão pelo café.

Autor

Catinha Caum

Formada pelo Google, mestrado feito por Momentos e o título de doutorado veio pela experiência em infinitas xícaras de café. Venha aproveitar comigo o melhor momento do dia... a pausa para o café!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: