Atleta de 7 anos de Ribeirão Preto vai representar o estado de São Paulo no Campeonato Brasileiro de Karatê

Miguel Viotto é vice-campeão paulista e vai disputar a categoria Sub-8 na competição nacional entre 8 e 12 de dezembro, em Fortaleza-CE.

Aos 7 anos, o ribeirão-pretano Miguel Viotto irá representar o estado de São Paulo na categoria Sub-8 pela Federação Paulista de Karatê no Campeonato Brasileiro de Karatê, em Fortaleza-CE, entre 8 e 12 de dezembro, organizado pela Confederação Brasileira de Karatê.

“Miguel é um aluno dedicado e disciplinado. Esses são fatores muito importantes para o aprendizado do Karatê e uma característica marcante dele como atleta é a sua evolução, pois em cada treino ele consegue se desenvolver ainda mais e se moldar dependendo da situação e ritmo de treinamento. Vamos embarcar no dia 7 de dezembro para Fortaleza e ele vai disputar graças à sua classificação no Campeonato Paulista, em que foi vice-campeão na quarta etapa. É um orgulho tê-lo representando o estado de São Paulo e Ribeirão Preto para trazer um título para a gente”, comenta seu treinador, Giovani Sakata.

Miguel começou a treinar com Sakata aos 4 anos de idade. O que começou como um esporte para preencher seu tempo livre, se tornou uma grande motivação para o garoto e até para o seu pai.

Foto: Divulgação

“Comecei a treinar com ele e isso se tornou uma motivação para ambos, além de nos aproximar ainda mais. Ele se tornou um atleta e inclusive me ajuda a aprender Karatê”, conta o pai, Fábio Viotto, que ainda completa “depois de começar no Karatê, o Miguel se tornou cada vez mais focado e disciplinado em tudo o que faz, inclusive em sua determinação para seguir com o esporte”.

Miguel passou a se dedicar cada vez mais ao aprendizado e à prática do esporte. “Eu faço Karatê porque eu acho muito legal. Quando o Sensei (nome dado ao treinador do esporte) Sakata perguntou quem queria treinar para competições, eu disse que eu queria e sempre quero fazer o meu melhor”, conta Miguel.

O Karatê é uma arte marcial japonesa, nascida em Okinawa/Japão, com fortes raízes e influência chinesa. Significa “caminho das mãos vazias”. Tem como principal objetivo o desenvolvimento do corpo, da mente e do caráter do praticante.

O ribeirão-pretano Miguel Viotto irá representar o estado de São Paulo na categoria Sub-8
Foto: Divulgação

“A formação de atletas na fase infantil requer, principalmente, do incentivo dos pais, condições financeiras e estímulos. Junto ao Miguel, temos outros três atletas com menos de 15 anos de idade, medalhistas em várias competições, que treinam com a gente. Todos eles desenvolvem muito o foco e principalmente a disciplina para superar situações difíceis e aprimorar as técnicas, especialmente para criar o espírito de esforço. No trabalho com o Miguel, aos poucos ele passou a treinar como atleta em nossa academia e isso dá um grande senso de responsabilidade para o desenvolvimento da criança junto de uma série de outros benefícios, além da valorização do Karatê no Brasil”, acrescenta Sakata.

O treinador Giovani Sakata é praticante marcial há mais de 30 anos; profissional de Educação Física; campeão mundial de Karatê da Hayashi-há (1997); medalhista mundial WSKA 2013; técnico da Seleção Brasileira de Karate da USKBr – União Shotokan do Brasil; diretor técnico da JKS São Paulo (Japan Karate Shoto Federation); integrante da comissão técnica da IV Região da FPK – Federação Paulista de Karate; professor em colégios tradicionais há quase 30 anos, e foi professor universitário e de pós-graduação.

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: