Projeto inédito da Casa Azul será apresentado no TEAbraço

Casa adaptada e histórias em quadrinhos ajudam a estimular a autonomia e o desenvolvimento social dos autistas

Um dos principais desafios das crianças, adolescentes e adultos autistas é alcançar a autonomia necessária para desenvolver tarefas simples do cotidiano. Até mesmo a rotina dentro da própria casa precisa ser regrada, uma vez que os autistas se adaptam melhor a rotinas pré-estabelecidas, pistas visuais e repetições. 

Dois projetos que levam em conta a adaptação do ambiente e da rotina para melhorar a qualidade de vida de autistas e suas famílias serão apresentados no TEAbraço – Semana Internacional do Autismo. O evento acontece de 01 a 07 de abril no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto. 

Evento acontece de 1º a 7 de abril no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto

A inédita Casa Azul é uma proposta, assinada pela design de interiores Cacau Ribeiro, que apresentará uma simulação de cômodos de uma casa convencional, mas inspirados nos modelos de moradia assistida – muito populares em outros países como na Holanda e Bélgica. Cozinha, banheiro, sala de TV e de estar, lavanderia e quarto terão painéis e TVs detalhando o que pode ser feito em cada um deles para deixar o dia a dia da pessoa com autismo mais simples e confortável, melhorando o convívio com toda a família.

Um dos exemplos, é a redução de estímulos visuais, a adaptação de ruídos e iluminação, a organização de materiais em prateleiras e, para as crianças, a implantação de pisos confortáveis e fáceis de se limpar, entre outros.

Desenhos Roteirizados

Outro projeto que será apresentado na Casa Azul são os Desenhos Roteirizados. Idealizados pelo casal Adriana Godoy e Neimer Gianvechio do “Autismo Projeto Integrar”, os desenhos que são um recurso visual simples e explicativo, podem ser usado como apoio nas terapias já existentes. 

Os roteiros têm como objetivo ajudar os autistas a compreender contextos sociais – seja ele dentro de casa ou na rua -, minimizar comportamentos agressivos e controlar impulsos. 

Palestras gratuitas durante o TEAbraço 2019 acontecem na Livraria Cultura

“A ideia nasceu para ajudarmos nosso filho, o Victor, que foi diagnosticado aos 4 anos de idade. Tivemos a iniciativa e colocamos no papel. A partir de então temos enfrentado grandes desafios, mas também muitas alegrias ao acompanhar os progressos de seu desenvolvimento”, contam.  

Com o uso de recursos específicos, imagens e figuras, a roteirização traz os personagens vivendo ações comuns do cotidiano – como por exemplo cuidados com a higiene pessoal, escolher roupas para vestir- e tarefas domésticas e de autonomia social, como ir ao mercado, pegar um ônibus, ir ao cinema, e outros. No enredo o personagem vive desafios e tem ações para superá-lo a partir da perspectiva de um autista. 

A abordagem é sempre simples e clara e feita para organização das ideias, planejamento, aquisição de novas habilidades, compreensão social, aprimoramento da autonomia e da capacidade cognitiva. 

Médico neuropediatra Carlos Gadia lidera equipe internacional

“Pessoas com autismo frequentemente aprendem com mais facilidade a partir de pistas visuais e de repetições. Daí a importância do uso de recursos visuais no apoio à comunicação e educação”, comenta Adriana

A programação traz cursos de aprimoramento, palestras gratuitas, conferências sobre genética e o uso de canabidiol no tratamento; workshop internacional e atividades recreativas.  Acesse e saiba mais:  www.teabraco.com.br.

Todos os desenhos confeccionados pelo projeto podem ser encontrados de forma gratuita no site: http://autismoprojetointegrar.com.br

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: