Governo do Estado de São Paulo decreta feriado nos 645 municípios na segunda-feira (25/05)

O projeto foi aprovado com a maioria de 47 votos favoráveis e 5 contra. E a sanção será publicada em uma edição extraordinária do Diário Oficial neste sábado (23/05).

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), em sessão virtual, o projeto de lei proposto pelo Governo do Estado que autoriza a antecipação do feriado do dia 09 de julho (Revolução Constitucionalista de 32), para segunda-feira (25/05). O objetivo é aumentar o isolamento social para conter o avanço do novo Coronavírus.

O projeto foi aprovado com a maioria de 47 votos favoráveis e 5 contra. E a sanção será publicada em uma edição extraordinária do Diário Oficial neste sábado (23/05).

Os deputados que votaram contra o projeto, assim o fizeram justiçando que estavam preocupados com o fato de as pessoas viajarem no feriado, e assim aumentarem os focos de contaminação pelo Estado. E outros ainda afirmaram que falta transparência por parte do Governo no combate a Pandemia.

Deputados também propuseram a implantação de barreiras em um raio de 150 km da capital e também no litoral, a implementação do lockdown (o que não é de competência da assembleia) e a inclusão dos parlamentares no comitê de contingência de coronavírus. Entretanto todas as emendas foram rejeitadas.

O que funciona no feriado

Somente os serviços estritamente essenciais deverão funcionar na segunda-feira (25/05). Na área da saúde, deverão abrir hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas e clínicas veterinárias.

Na esfera da alimentação, continuam abertos supermercados, açougues e padarias. Postos de combustíveis e serviços públicos e particulares de segurança também estarão funcionando normalmente.

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: