Grupo cravinhense realiza doação de marmitas a caminhoneiros

Grupo já realizou a doação de 260 marmitas para caminhoneiros que estão indo rumo a São Paulo.

Diversos grupos cravinhenses tem se mobilizado para trabalharem como voluntários durante a Pandemia Mundial de Coronavírus. Alguns tem realizado a arrecadação de alimentos e produto de higiene pessoal e entregue às famílias carentes, outros tem feito refeições e entregue aos moradores de rua e ainda temos outro que se dedicou a fazer marmitas e entregar aos caminhoneiros.

Grupo já entregou em torno de 260 marmitas e conta com o apoio da Polícia Rodoviária Federal
Foto: Kennedy Oliveira

Na noite de quinta-feira (16/04), um grupo liderado por Joceli Nepomoceno de Jesus Oliveira, mais conhecida como Joyce, fez a terceira doação de marmitas aos caminhoneiros, que passaram pelo trecho da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ribeirão Preto, sentido a capital paulista.

“A iniciativa veio de uma reportagem, em que o caminhoneiro chorando falava das dificuldades que enfrentava sem ter onde se alimentar, aquilo me comoveu, porque sei o que é passar fome. E mesmo com todas as dificuldades os caminhoneiros não pararam nenhum instante durante a Pandemia de Coronavírus, sempre trabalharam para trazer o alimento a nossa mesa, abastecendo os supermercados, farmácias, entre outros”, explica Joyce.

O grupo liderado por Joceli Nepomoceno de Jesus Oliveira, mais conhecida como Joyce, tem realizado a entrega de marmitas para caminhoneiros
Foto: Kennedy Oliveira

E depois que lançou a ideia nos grupos de WhatsApp várias pessoas quiseram também participar do grupo, que até agora já distribuiu 260 marmitas aos caminhoneiros. Vários motoristas receberam a ajuda, uma vez que estão encontrando dificuldade para encontrar restaurantes abertos pela estrada.

“Comecei postar nas redes sociais, para que chegasse em outros Estados e cidades, porque precisamos apoiar esses guerreiros. Nas noites que tenho saído vejo a necessidade deles, inclusive um ontem [quinta-feira] comentou com meu filho que estava o dia inteiro sem comer”, revela a idealizadora do projeto.

Foto: Kennedy Oliveira

E Joyce diz que o projeto não vai parar, porque existem muitos motoristas que necessitam dessa ajuda para continuarem a trabalhar.

“Então vamos continuar ajudando até que passe essa pandemia e também estamos fazendo cestas básicas para doar as famílias carentes de Cravinhos, assim tentando ajudá-los a superarem esse momento. Quero agradecer a todos que tem me ajudado desde o início desse projeto”, conclui Joyce.

Foto: Kennedy Oliveira

Durante a doação das marmitas aos caminhoneiros todos do grupo usaram máscaras e luvas. E também houve bom senso por parte dos caminhoneiros, pois muitos falaram que já tinham jantado e passavam a doação para outros que ainda não tinham se alimentado.

Foto: Kennedy Oliveira

E quem quiser ajudar o grupo com doações pode entrar em contato pelo WhatsApp (16) 9.9734-2357.

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: