Mãe: amor, carinho, luz e atenção…

A médica Betânia de Andrade Barbanti Cardinal esteve na linha de frente da Covid-19, durante a Pandemia engravidou, viu a pequena Fiorella nascer, e celebra o primeiro Dia das Mães com sua filha nos braços.

Nesse domingo (09/05) é dia de celebrar o Dia das Mães, e nesse ano novamente de uma forma bem diferente, uma vez que ainda estamos vivendo a Pandemia Mundial de Covid-19, por isso mesmo não pode acontecer aglomerações, abraços e beijos. Mas você já imaginou quem está na linha de frente desde o ano passado, ainda engravidou durante esse período e terá o seu primeiro Dia das Mães com seu filho no colo?

Uma dessas pessoas é a médica, com especialização em Oftalmologia e sub especialização em Glaucoma, Dra. Betânia de Andrade Barbanti Cardinal, 34 anos, que teve que redobrar a atenção quanto a prevenção ao Coronavírus.

A Dra. Betania é esposa do também médico Dr. Thiago Cardinal, e no início tiveram muito medo de se contaminar, e ainda mais depois que estudos comprovaram as graves interferências que o Covid-19 pode ter na gestação.

“Sentimos medo de nos contaminar, ainda mais que no início da pandemia não tínhamos o conhecimento das repercussões do COVID na gestação, e hoje já está estabelecido os riscos que a infecção pode causar durante a gravidez”, comenta Dra. Betânia.

A médica Betânia de Andrade Barbanti Cardinal terá o seu primeiro Dia das Mães com a pequena Fiorella em seus braços
Foto: Estúdio Materna

O casal tinha o plano de tentar engravidar em 2020, e achavam que o processo poderia demorar um pouco mais para se concretizar, entretanto tiveram a feliz surpresa da gestação vir de forma mais rápida do que imaginavam.

Desde a descoberta da gravidez aconteceram momentos difíceis e muitos outros marcantes e felizes.

“O mais difícil foi lidar com o medo e as incertezas relacionadas a pandemia. Graças a Deus a minha gestação foi tranquila. Agora os mais marcantes com certeza foi quando descobrimos a gestação e também foi muito especial quando nos foi revelado de que estávamos esperando uma menina”, diz, emocionada, Dra. Betânia Cardinal.

E no dia 09 de dezembro de 2020, nasceu de cesárea a pequena Fiorella Barbanti Cardinal, com 3.400kg e 48cm. O nome da pequena havia sido decidido no ano anterior em uma viagem que o casal havia feito para a Itália.

“No Natal de 2019, em uma viagem pela Itália, fizemos a promessa de que se a gravidez viesse em 2020 o nome do bebê seria italiano. Decidimos em conjunto pelo nome Fiorella”, diz a médica.

O casal Thiago e Betânia são médicos e estão na linha de frente da Covid-19, e agora estão intensificando os cuidados devido ao nascimento de Fiorella
Foto: Estúdio Materna

Com o nascimento de Fiorella, a médica teve que mudar toda a sua rotina, tanto de trabalho como as atividades do cotidiano.

“No momento estou priorizando ela, acompanhando todo seu crescimento e desenvolvimento. Penso que cada fase é única e passa muito rápido por isso quero viver da forma mais intensa possível. Principalmente nesse primeiro ano, os bebês desenvolvem muito rápido surpreendendo a gente a cada dia com seu aprendizado”, afirma Betânia.

E como a maioria das mulheres, Dra. Betânia Cardinal sempre sonhou em ser mãe e ter a experiência da maternidade, assim proporcionado muito amor a filha.

“A sensação de ser mãe é única! Ser mãe é finalmente entender o amor incondicional que tanto as pessoas dizem, é priorizar o que realmente importa em nossas vidas e agradecer sempre pelo presente divino de ter minha filha ao meu lado”, comenta.

“Um bom filho deve ser muito ligado a família e manter um relacionamento de confiança e amizade com os pais”
Foto: Estúdio Materna

E claro que com o nascimento de Fiorella, e seu marido trabalhando na linha de frente, os cuidados de proteção contra o Covid-19 estão sendo intensificados na família, e em especial em sua residência.

“Os cuidados se intensificam para proteger ao máximo nossa filha. Hoje já temos uma rotina de cuidados que facilita nosso dia a dia. Inclusive a rotina da Fiorella está sendo um aprendizado para mim. Tive que adaptar todos meus horários para que ela tenha uma rotina em que possa crescer da forma mais saudável possível”, revela a médica.

E o casal já deixa a dica para que Fiorella possa ser uma boa filha: “um bom filho deve ser muito ligado a família e manter um relacionamento de confiança e amizade com os pais. Deve se tornar uma pessoa justa, honesta, solidária e sempre disposta a fazer o bem”, concluem.

E Dra. Betânia Cardinal, agora quer curtir o nascimento da pequena Fiorella, mas não estão descartados “irmãozinhos” para ela.

“Nessa fase estamos curtindo nossa pequena e em um segundo momento vamos pensar nessa possibilidade”, diz, sorridente, a médica.

“Mãe é força de que tudo aguenta, é porto seguro, colo de amor incondicional, sorriso e palavras que acalmam e orientam. Feliz Dia das Mães”
Foto: Estúdio Materna

E para quem ainda quer realizar o sonho de ser mãe e poder sentir o amor incondicional, a médica deixa a dica, que começa na escolha de um bom profissional.

“Fundamental para quem está tentando engravidar é escolher um bom profissional para orientação e realização de exames para garantir que a saúde esteja em ordem. Ajudam também alimentação saudável, rotina de sono e não se sentir pressionada, pois tudo vem no momento certo”, avalia Dra. Betânia.

E para finalizar a médica define o que é ser mãe: “é algo que muda completamente a vida de uma mulher, pois cuidar de um filho além de ser uma benção é também uma grande responsabilidade que se traduz em exemplos diários de amor, cuidado, carinho, coragem e dedicação. Exemplos que transmitem lições valiosas para toda vida”.

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: