Inspiração colibri!

No meio de meu jardim

admirando uma flor,

eu pensava em escrever

um poema de amor.

Mas queria que ele fosse

bem rápido e ligeiro,

tal qual o bater de asas

de um colibri beijoqueiro.

E, por incrível que pareça,

um colibri apareceu,

como se ali estivesse

atendendo a um pedido meu.

E enquanto ele bailava

e o mel sugava da flor,

em mim sentia gerar

o meu poema de amor!

Autor

Irene Coimbra

É professora, escritora, poeta, produtora e apresentadora do Programa “Ponto & Vírgula” na TV MAIS RIBEIRÃO. Fundadora da Revista Ponto & Vírgula em Ribeirão Preto.  Editora e Promotora de Eventos Literários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *