TMA nacionaliza os fornecedores para poder atender os clientes e estar na Agrishow 2022

Os motores são de Criciúma/SC, da Hybel; e os cilindros de Cravinhos/SP, da Leniors. As duas empresas se profissionalizaram para poder atender o mercado e seus clientes.

Empresa do Grupo Tracan, a TMA foi inaugurada em 2007 para atender a demanda por um sistema completo de mecanização para a cana-de-açúcar. Hoje a empresa oferece máquinas para o ciclo completo da cana, do plantio ao transporte, com tecnologia que acompanhou a evolução da própria colheita mecanizada.

O leque de produtos da TMA também contempla as culturas de grãos, florestas plantadas, café e laranja. É uma empresa de Ribeirão Preto 100% nacional e familiar.

A TMA, que é reconhecida pela inovação, tecnologia e robustez de seus produtos, como todas as montadoras enfrentou durante a pandemia, e ainda nos dias de hoje, desafios com a falta de insumos e componentes. Durante o auge da crise a entrega de produtos tinha uma espera de até 150 dias, atualmente a espera é de cerca de 100 dias.

A empresa conseguiu entregar todos os produtos aos clientes graças à nacionalização de alguns fornecedores. Cerca de 40% dos insumos passaram a ser feitos por empresas brasileiras. Foi um processo demorado, pois foi preciso capacitá-los para produzir peças específicas e exclusivas. Motores e cilindros hidráulicos, por exemplo, que eram comprados de uma multinacional hoje vêm de dois fornecedores nacionais. Os motores vêm de Criciúma/SC, da Hybel; e os cilindros de Cravinhos/SP, da Leniors. 

Com os novos fornecedores alguns custos até diminuíram, em compensação os produtos de automação, além de não estarem disponíveis, quando chegam estão com preços até 50% maiores.

Empresa de Cravinhos, Leniors, fornece cilindros hidráulicos para a TMA, e se destaca na Agrishow 2022
Foto: Divulgação

Destaques TMA na Agrishow 2022

A Agrishow foi fundamental para o crescimento e consolidação da TMA. Desde sua inauguração a empresa marca presença na feira apostando em inovação tecnológica. Os destaques da TMA para esta edição são o VTX 9040, o maior transbordo do mundo e a CVX 35.000, a Carreta Aplicadora de Vinhaça localizada.

 

Transbordo de cana VTX 9040

Foto: Divulgação

Validado durante a safra de cana de 2018, o VTX 9040, transbordo de 7 eixos com capacidade de carga de 40 toneladas, o maior do mercado, lançado oficialmente na última Agrishow presencial, volta para a feira consolidado comercialmente e com a versão 6 eixos, com mesma capacidade de carga, porém com menor resistência a rolamento, o que significa poder ser puxado por tratores menores.

Foi um desafio chegar a este gigante. A TMA enxergou a necessidade e saiu na frente com um equipamento totalmente diferente, e ainda único no mercado. Um equipamento, que pelo tamanho e robustez, não cabe em qualquer usina, mas que tem uma fatia interessante de mercado para crescer.

O VTX 9040 completa a linha de transbordos da TMA que foi aumentando de tamanho para otimizar as operações no campo e reduzir os custos de produção.

 

Carreta Aplicadora de Vinhaça localizada

Foto: Divulgação

A Carreta Aplicadora de Vinhaça localizada da TMA, no mercado desde 2015, ganhou mais visibilidade neste ano em função dos reflexos da guerra na Ucrânia, um deles a falta de fertilizante, em especial o potássio.

A vinhaça, rica em potássio, é subproduto do etanol. Da produção de cada litro de etanol, sobram 12 de vinhaça, que agora ganha mais importância nos tratos culturais da cana e deve ser usada sem desperdício.  Com tecnologia de ponta, a Carreta da TMA possui controladores de vazão e fechamento de sessão, que permitem aplicar o produto, sem desperdício, em oito linhas de cana simultaneamente. A aplicação localizada chega a triplicar o rendimento da vinhaça em relação à vinhaça aplicada por aspersão. A procura pela carreta por parte das usinas cresceu muito desde o começo da guerra, tanto que desde abril a indústria priorizou a fabricação da carreta, passando de cerca de 60 ao ano, para 170. A vinhaça é tão importante que algumas usinas estão fechando contratos com produtores de cana para fornecer a vinhaça para os tratos culturais.

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: