Confira o que acontece no agronegócio

O que acontece durante a semana no agronegócio você acompanha toda semana aqui na Intertv Web.

O colunista Gustavo Batista traz toda semana na coluna “Agro Minuto”, o que aconteceu na semana no mundo do agronegócio. Acompanhem!

EXPORTAÇÕES RECORDE AGRO

Exportações do Agro batem recorde e superam os US$ 10 bilhões em abril. O valor é 25% superior ao mesmo mês de 2019. Destaque para as exportações de soja em grãos que cresceram 73,4%, com 16,3 milhões de toneladas. Pra se ter uma ideia de tudo o que o Brasil vendeu no mês, 55% foi pelo agronegócio. O principal destino foi a China.

EXPORTAÇÕES CAFÉ

O Brasil exportou em abril deste ano 3,3 milhões de sacas de café, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado e moído, registrando um aumento de 2,5% em relação ao volume exportado em abril de 2019. A receita gerada no mês com as exportações foi de US$ 442,1 milhões, aumento de 9% em relação a abril de 2019. Já o preço médio da saca foi de US$ 132,02, alta de 6,4% na mesma comparação. Estados Unidos, Alemanha e Itália foram os principais destinos. Os dados são do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil.

Exportações do Agro batem recorde. Destaque para as exportações de soja em grãos que cresceram 73,4%
Foto: Divulgação

EXPORTAÇÕES FRANGO E SUÍNO

As exportações brasileiras de carne suína totalizaram 72,8 mil toneladas em abril. O número supera em 19% o total embarcado no mesmo período de 2019. Em receita, a alta é ainda maior, chegando a 31,9%, com total de US$ 165,2 milhões.

Já o volume de frango vendido totalizou em abril 343,3 mil toneladas. Queda de 4,7% que trouxe saldo negativo de 13,9% nas vendas com US$ 515,9 milhões. Os dados são da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

SAFRA DE CANA 2020/2021

Novo relatório da União da Indústria Canavieira (UNICA) sobre a atual safra aponta queda nas vendas de etanol na segunda quinzena de abril com 1,78 bilhão de litros (com 76,77 milhões de litros exportados). Esse nível de comércio representa retração de 29% em relação ao mesmo período do ano passado (2,55 bilhões de litros). Resultado do menor consumo durante a quarentena.

A moagem de cana foi de quase 38 milhões de toneladas na segunda quinzena de abril e agora o ciclo 20/21 alcança pouco mais de 60 milhões de toneladas. Volume 32% maior em relação ao ano passado.

O volume de frango vendido totalizou, em abril, 343,3 mil toneladas, uma queda de 4,7%
Foto: CanalRural

REESTIMATIVA SAFRA

Apesar do impacto causado pela seca na Região Sul sobre a produtividade de soja e milho, o volume da produção de grãos no país continua estimado em 250,9 milhões de toneladas, 3,6% ou 8,8 milhões de t superior ao colhido em 2018/19.

Com relação à área plantada, a estimativa é de crescimento de 3,5%, ou 2,2 milhões de hectares em relação à safra passada, que significa um total de 65,5 milhões de ha.

A soja é o principal destaque com a expectativa de produção em 120,3 milhões de toneladas, um ganho de 4,6% em relação à safra 2018/19.

Ainda por causa da quebra no Rio Grande do do Sul, Goiás se tornou neste ciclo o terceiro maior produtor de grãos do Brasil.

Os dados são da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

VALOR BRUTO PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

As condições climáticas favoráveis na maior parte das áreas produtoras e os preços agrícolas foram decisivos para o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) atingisse em abril R$ 697 bilhões, alta de 8,6% em relação a 2019. São os maiores valores obtidos nos últimos 31 anos.

As condições climáticas favoráveis e os preços agrícolas foram decisivos para que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) atingisse em abril R$ 697 bilhões
Foto: Governo Federal

Gustavo Batista

Gustavo Batista é jornalista há 20 anos com pós-graduação em gestão de comunicação. Tem experiência em rádio, tv, assessoria de imprensa e meios digitais. Já atuou em canais de tv como TV Clube, TV Record e TV Thathi. Atua há 10 anos no setor de Agronegócio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: