Estudantes ‘voam’ rumo ao conhecimento e sabedoria

Durante o mês de setembro e início de outubro em torno de 100 estudantes que fazem parte do Projeto Cantar participarão do projeto “Esticando os horizontes através dos Museus”.

Quem nunca sonhou em subir em um avião e ir para onde bem desejasse? Ou apenas realizar o sonho de entrar em um avião e parar em outra cidade? Ou ainda poder ir de avião para outra cidade e ter a companhia dos amigos? Isso é o que em torno de 100 estudantes da rede municipal de ensino de Cravinhos, e que participam do Projeto Cantar, estarão fazendo durante o mês de setembro e início de outubro.

A possibilidade de realizar o sonho de viajar de avião é devido ao projeto “Esticando os horizontes através dos Museus”, que tem o incentivo fiscal do PROAC-ICMS, com patrocínio da Ourofino Agronegócios, e proponente do projeto ONG NHL de Campinas. Além da parceria da Prefeitura de Cravinhos e Viação Passaredo.

Embarque aconteceu no aeroporto de Ribeirão Preto
Foto: Kennedy Oliveira

“A principal vantagem do incentivo à cultura através deste projeto é que a aprendizagem passa a ter significação centrada nas relações e nos procedimentos, já que os jovens tem a oportunidade de experimentar a vivência de voar de avião e/ou conhecer um museu. Todos podem ter a chance de perceber que conhecimento acontece independentemente de estar sentado na cadeira escolar”, comenta a diretora e idealizadora do projeto, Neusa Silva.

Ao todo serão cinco turmas de 20 estudantes cada e que serão acompanhadas por monitores para fazer o passeio. As crianças embarcam no aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, e desembarcaram no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, em seguida são levadas ao mundo do conhecimento, em que podem visitar pontos turísticos da capital, entre eles a Avenida Paulista, Bom Retiro, entre outros. Além da Pinacoteca, Estação da Luz e o Museu do Futebol.

Estudantes puderam conhecer a Pinacoteca
Foto: Kennedy Oliveira

“Nunca tinha nem chegado perto de um avião, a gente vê só bem distante no céu, e estar tão próximo me deixou surpreso e voar foi maravilhoso”, comenta o estudante Gabriel Henrique de Biage.

Como Gabriel muitos alunos nunca tinham nem se aproximado de um avião, então a ansiedade começou desde o primeiro momento que entraram na aeronave. Mas em menos de uma hora de voo já estavam na capital paulista e ansiosos contando o que sentiram durante a viagem.

“Esse projeto foi limitado aos alunos que participam do Projeto Cantar. Tenho certeza que as crianças que já foram no passeio gostaram muito, e as que estão para ir irão aproveitar também”, conta a diretora da EMEB. “Antonio Joaquim da Silva”, Elaine Thomazelli.

Parque e pontos turísticos de São Paulo também foram apresentados aos estudantes
Foto: Kennedy Oliveira

Promover a inclusão social e cultural de alunos da rede pública de ensino em busca de desenvolver e aprofundar os conhecimentos dos estudantes envolvidos, através de um trabalho interdisciplinar, esse também é um dos desafios do projeto “Esticando os horizontes através dos Museus”.

“A simples ação de possibilitar uma viagem de avião a quem não pode realizá-la, abre muitas portas para a afirmação desse indivíduo em sociedade, bem como fornece ferramentas necessárias para a realização de uma visão cultural mais plena e realmente focada em seus princípios de base e inserida na realidade atual de nossa sociedade de informação”, revela a idealizadora do projeto.

Museu do Futebol e o Estádio do Pacaembu puderam ser vistos pelos participantes
Foto: Kennedy Oliveira

E os alunos puderam praticar o conhecimento desde o início do embarque, porque lhes foram demonstrados diversos conteúdos, entre eles: Aerodinâmica, peso, altitude, relevo, ocupação do espaço; história da invenção do avião, evolução no último século, utilização desse meio de transporte; História da Arte, obras de Arte; Urbanismo e arquitetura; Desenvolvimento urbano e sustentável; Alimentação; Migração e imigração; Industrialização, entre outros importantes pontos.

Projeto “Esticando os horizontes através dos Museus”. fornece um aprendizado constante
Foto: Kennedy Oliveira

“Essa parceria com as empresas NHL Cultural, Ourofino e Passaredo é de extrema importância para os nossos estudantes, sendo que 90% nunca tinham nem visto um avião de perto. Todos ainda puderam conhecer importantes marcos históricos e turísticos da capital paulista, dessa maneira demonstramos que aprender e estudar não é algo estático e chato, porque tenho certeza que todos gostaram da viagem, e quem ainda vai viajar também vai apreciar muito. E inclusive no Museu do Futebol aprenderam sobre a história do Esporte, tiveram contato com professores, historiadores e outros estudantes que também visitavam o local no momento”, diz a secretária da Educação de Cravinhos, Margarete Stella Moraes.

As crianças ainda puderam aproveitar um almoço em churrascaria de São Paulo, além de café da manhã e lanche da tarde, além de um serviço de bordo especial da viação Passaredo.

Crianças puderam aprender sobre a história do futebol e interagir
Foto: Kennedy Oliveira

Conhecimento se transformará em livro

Após a finalização do projeto as crianças contaram suas histórias e as mesmas se transformarão em um livro, em que haverá uma Manhã de autógrafos a todos os interessados. Também no sábado (14/09) acontece na EMEB. “Antonio Joaquim da Silva”, uma Oficina sobre os artistas que foram retratados na Pinacoteca de São Paulo.

Em torno de 100 estudantes que participam do projeto terão a oportunidade de viajar pela primeira vez de avião
Foto: Kennedy Oliveira

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: