Trovinhas – Parte 3

9

O amor é fruto gostoso

e doce como a poesia,

na hora do pleno gozo,

vive-se estranha magia

10

Se de fato quer sentir

qual o gosto do amor,

basta você consentir

no que ele vai lhe propor.

11

Basta eu pensar no amor

que sinto o sangue ferver!

Com isso pode supor

e meu orgasmo antever.

12

Não suporto a solidão

e dela sempre me afasto,

apago sempre com a mão

quando deixo algum rasto.

Irene Coimbra

É professora, escritora, poeta, produtora e apresentadora do Programa “Ponto & Vírgula” na TV MAIS RIBEIRÃO. Fundadora da Revista Ponto & Vírgula em Ribeirão Preto.  Editora e Promotora de Eventos Literários.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: