Cravinhos recebe cestas do Projeto “Alimento Solidário”

O Projeto ‘Alimento Solidário’ conta com a doação de empresários, e vem ao encontro a necessidade existente com a urgência nos 645 municípios do Estado.

O município de Cravinhos está sendo contemplado com 1.750 cestas de alimentos vindas do Projeto “Alimento Solidário” do Governo do Estado de São Paulo. Essas cestas serão distribuídas para famílias em situação de extrema vulnerabilidade social, principalmente neste momento de pandemia do Covid-19, e também a todos na cidade que estiverem cadastrados no Cadastro Único (cadastro federal oficial para inclusão em programas de assistência social e transferências de renda).

Foto: Kennedy Oliveira

Mais da metade das cestas chegaram na sexta-feira (28/08) e o restante, que totalizará as 1.750 unidades, chega no município de Cravinhos na próxima semana. É importante ressaltar que as cestas já chegam destinadas às pessoas que estão no Cadastro Único. A Secretaria Municipal de Assistência Social somente irá distribuir a cada uma das famílias.

As cestas contém: arroz, feijão, macarrão, óleo, açúcar, milho, ervilha, molho de tomate, sardinha, farinha de trigo, sal, café, bolachas, fubá, farinha de mandioca, leite em pó e dois pacotes de linguiça calabresa.

Foto: Kennedy Oliveira

“O ‘Alimento Solidário’ é um projeto que, com a doação de empresários, vem ao encontro a necessidade existente com a urgência que precisamos nos 645 municípios do Estado”, destaca a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

A cesta de alimento foi elaborada em parceria com a nutricionista chefe do Hospital Israelita Albert Einstein, Luci Uzelin, e contém 7 fontes de proteínas diferentes (feijão, leite em pó, sardinha, linguiça e ervilha), além de outros produtos para a alimentação de uma família com 4 pessoas por um mês.

Foto: Kennedy Oliveira

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: