Confira o que acontece no agronegócio

O que acontece durante a semana no agronegócio você acompanha aqui na Intertv Web.

O colunista Gustavo Batista traz toda semana na coluna “Agro Minuto”, o que ocorre no mundo do agronegócio. Acompanhem!

MERCADO LEITEIRO

Preço do leite

Depois de seis meses de altas consecutivas, o preço do leite captado em setembro e pago aos produtores em outubro registou queda real de 3,4%, chegando a R$ 2,33/litro na “Média Brasil” líquida do Cepea. O valor é 2,5% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. A expectativa é de que este movimento de desvalorização persista e se intensifique nos próximos meses.

 

Lácteos

A demanda por lácteos no atacado de São Paulo segue enfraquecida e mantém os preços dos derivados em queda. De setembro para outubro, os preços médios do leite longa vida (UHT), do queijo muçarela e do leite em pó (400g) caíram, respectivamente, 6,8%, 4,9% e 1,97%, passando para R$ 3,38/litro, R$ 26,60/kg e R$ 23,90/kg, na mesma ordem. Em um ano, as quedas nos valores foram de 4,1%, 11,5% e 11,2%.

 

Importações

As importações de lácteos aumentaram 15,4%, totalizando 12,2 mil toneladas. O aumento das compras de derivados no mercado internacional esteve associado à oferta ainda restrita de matéria-prima no País e também à diminuição do preço médio negociado, sobretudo da categoria de leite em pó – produto responsável por quase 53% das aquisições brasileiras no mês.

 

Custo

O Custo Operacional Efetivo da pecuária leiteira registrou elevação de 1,80% entre setembro e outubro na “Média Brasil” influenciado pelos avanços registrados nos grupos de adubos e corretivos (+14,62%) e de combustíveis (+5,56%). Os aumentos nesses grupos estão atrelados às valorizações do barril de petróleo e às dificuldades logísticas internacionais. Neste ano, até outubro, o Custo Operacional Efetivo acumula alta de 17,25%.

Depois de seis meses de altas consecutivas, o preço do leite captado em setembro e pago aos produtores em outubro registou queda real de 3,4%
Foto: Divulgação

PREÇO LARANJA

O mercado de cítricos está em ritmo lento no início de novembro por causa dos feriados. Por isso, para a laranja pera os preços seguiram em queda nos últimos dias e caixa de 40,8kg chegou a R$43,43. Segundo o Cepea, a qualidade das frutas tardias supera a da pera em algumas regiões, aproximando os valores dessas variedades.

 

PREÇO LIMÃO

As cotações da lima ácida tahiti permanecem firmes, mas já esboçam retração em algumas regiões de São Paulo. Nesta semana, os preços registram média de R$ 40,59/cx de 27kg, alta de 11,9% frente à da semana anterior.

Para a laranja pera os preços seguiram em queda nos últimos dias e caixa de 40,8kg chegou a R$ 43,43
Foto: Divulgação

PREÇO CAFÉ

Os preços internos do café arábica seguem em forte ritmo de alta. Na parcial de novembro (até o dia 17), o Indicador médio CEPEA/ESALQ do tipo 6 subiu 8,24%, fechando a R$ 1.359,78/saca de 60 kg. Na sexta, ocorreu nova máxima histórica alcançando R$ 1392,66. Os ajustes ocorrem pela incerteza da próxima safra.

 

VALOR AGROPECUÁRIA

O Valor Bruto da Produção Agropecuária de 2021 está estimado em R$ 1,119 trilhão, 9,9% maior em comparação ao do ano passado (R$ 1,019 trilhão). O valor foi calculado com base nas informações de outubro. De acordo com levantamento da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricuktura, as lavouras cresceram 11% e a pecuária, 6,2%. As lavouras representam 68% do valor total e a pecuária, 32%. Algodão, café, milho, soja e trigo apresentam neste ano o maior valor desde 1989.

O Valor Bruto da Produção Agropecuária de 2021 está estimado em R$ 1,119 trilhão, 9,9% maior em comparação ao do ano passado
Foto: Divulgação

Gustavo Batista

Gustavo Batista é jornalista há 20 anos com pós-graduação em gestão de comunicação. Tem experiência em rádio, tv, assessoria de imprensa e meios digitais. Já atuou em canais de tv como TV Clube, TV Record e TV Thathi. Atua há 10 anos no setor de Agronegócio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: