Como a boa alimentação aperfeiçoa resultados na musculação

A musculação é um tipo de exercício físico muito procurado pelas pessoas que buscam definição muscular e um ganho de peso de forma saudável. Este tipo de atividade física serve de apoio para outras modalidades de exercícios e pode ser realizada por idosos, pessoas com doenças crônicas e com osteoporose, pois o treinamento de força promove manutenção e melhora da massa óssea. Lembrando sempre, que o treinamento deve ser individualizado e bem assistido para não ocorrer nenhum tipo de lesão.

Após um período de tempo de dedicação a essa prática desportiva é comum os praticantes de musculação se depararem com pouco ou nenhum aumento de massa magra. Esse fator pode levar a perda de motivação, interrupção da atividade ou busca por anabolizantes, colocando a saúde em risco.

Assim como todas as modalidades de exercícios, o plano alimentar para o praticante de musculação deve ser personalizado e específico ao seu objetivo. O nutricionista deve realizar uma avaliação clínica, antropométrica e dietética detalhada com base nas informações fornecidas pelo paciente e também deve aliar as informações de treino passadas pelo educador físico. Fatores como horários e duração dos treinos, tipo de treinamento e o período do dia no qual a atividade é praticada são algumas das informações que precisam ser levadas em consideração na elaboração do plano alimentar.

A dieta precisa fornecer uma combinação rica e adequada de todos os nutrientes, como carboidratos complexos (arroz integral, batata doce, mandioquinha), frutas (fontes de vitaminas e minerais), vegetais de cores variadas e gorduras boas (azeite de oliva extra virgem, abacate) não devem faltar na dieta. As proteínas, nutrientes de extrema importância para este grupo, devem estar presente, se possível, em todas as refeições do dia, lembrando sempre de variar a fonte. Podem ser usados leite e derivados, carne (principalmente magras e brancas), ovos e leguminosas (feijão, soja, lentilha). As castanhas (nozes, castanhas, amêndoas) também devem fazer parte da dieta e oferecem vitamina E e cromo (nozes são boas fontes).

Durante a pratica de atividade é essencial não se esquecer da ingestão de água. A água é determinante para o funcionamento adequado do organismo e ganho de massa muscular.

Portanto, os praticantes de atividade física devem priorizar a variedade e a qualidade alimentar e procurar um profissional nutricionista para a elaboração de um plano alimentar que favoreça os seus objetivos.

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: